Sobre mim

Minha foto
Uma dama que aprecia arte em todas as suas formas. Repleta de sonhos, imaginação e poesia.

AF&LBN

AF&LBN

Marcadores

Eu recomendo:

Arquivo do blog

Facebook

quarta-feira, 30 de junho de 2010

Resultado da enquete:

A pergunta era: Quais artigos você mais gosta (gostaria) de ver por aqui?

1º lugar: "Dicas de coisas legais para fazer no dia-a-dia"
2º lugar: "Etiqueta" , "Cinema, literatura e afins" e "Artesanato"
3º lugar: "Artigos poéticos e motivadores" , "Moda" , "Decoração" e "Culinária"
4º lugar: "Dicas de beleza" e "Relacionamentos"

PS: Isso não quer dizer que eu não vou falar sobre os itens que ficaram em 2º, 3º e 4º lugar, mas que eu vou falar mais a respeito do item que ficou em primeiro lugar, até porque todos ganharam votos e eu acho justo que se fala sobre todos os assuntos, já que todos receberam votos, mesmo que alguns menos e outros mais. Afinal, quem votou em itens que não ficaram em 1º lugar também querem ler a respeito do assunto que votou, não é verdade?

Então está todo mundo de acordo?
segunda-feira, 28 de junho de 2010

Fazendo o Impossível


Pense em algo que lhe parece impossível de ser realizado na sua vida ou no mundo neste momento.

O seu pensamento talvez tenha sido: “Para mim,é impossível viajar para o Japão, pois não tenho dinheiro”, “É impossível encontrar o meu amor verdadeiro”, “É impossível que eu compre um castelo”. E se formos focalizar o mundo talvez você tenha pensado: “É impossível haver paz no Oriente Médio”, “É impossível acabar com a fome”, “Encontrar a cura para a AIDS” etc.
Diante destes pensamentos eu pergunto: O que diferencia algo possível de algo impossível? O que estabelece se você é ou não capaz de fazer algo? Talvez seja somente a disposição e a força de vontade para lutar pelo que se quer. Eu prefiro dizer que o impossível é algo para o qual AINDA não se encontrou uma solução. Porque há solução para tudo, exceto para a morte – reproduzindo em outras palavras o provérbio popular.
Há uma frase que li certa vez, e que eu descobri recentemente que é de São Francisco de Assis, que diz: “Comece fazendo o necessário, depois o que é possível, e de repente você estará fazendo o impossível”. Então, que tal seguir esta dica?

Há uma animação muito bonitinha que trata de certa forma sobre este assunto e decidi postá-la aqui.



Nota:
Kiwi (se pronuncia Kivi) é uma espécie de passarinho típico da Oceania que possui asas atrofiadas, e desta maneira não é possível que ele voe
Imagem: Origem desconhecida.
domingo, 27 de junho de 2010

Ofélia


Quando li Hamlet a primeira vez não gostei tanto da obra, mas analisando melhor vi quão magnífica ela é. Esta é de longe uma obra de fácil entendimento e que muitas pessoas não gostam por acharem enfadonha. Uma das obras mais longas de Shakespeare - se não a mais longa- e com frases que se tornaram jargões como "Ser ou não ser, eis a questão" e "Há algo de podre no reino da Dinamarca". Se fosse para eu escolher algo que eu mais gostei no livro eu diria que foi o romance (trágico) de Hamlet e Ofélia, mais especificamente Ofélia, que tão frágil se vê desconsolada diante das das palavras e atitudes ferinas de seu amado Hamlet - este se fingiu de louco para concretizar sua vingança contra o próprio tio, que assassinou seu pai e se casou com sua mãe pouco tempo depois. Entretanto em momento algum Hamlet quis machucar, apenas não poderia contar o seu plano a ninguém, nem mesmo a sua amada. Ofélia padece poeticamente em toda sua pureza e romantismo.

As palavras que Hamlet dedica a Ofélia, numa carta, ainda nos primeiros atos são de derreter o coração e evitaria tamanha tragédia se ela jamais as tivesse esquecido, por mais difícil que isso fosse:

"Ao ídolo celestial de minha alma, à formosíssima Ofélia,

Duvida que às estrelas sejam chamas;
Duvida que mover-se possa o sol
Duvida que verdade seja o falso;
Mas deste meu amor nunca duvides.
Ó querida Ofélia, não sei fazer versos, não possuo arte para esconder meus gemido; mas que eu te amo, que eu te adoro, não tenhas dúvida. Adeus! Teu, para sempre, enquanto a máquina deste corpo me pertencer,

Hamlet."

Eu acredito, que mais do que evidencias (às vezes óbvias), vale a pena acreditar em seu amor e jamais se deixar levar por qualquer outra. Quando se sabe que é amado(a) verdadeiramente e tão ardentemente quanto se ama, nada mais importa.

Fica então a dica de leitura: Hamlet, de Willian Shakespeare

Imagem: Ophelia - Lefebvre
quinta-feira, 24 de junho de 2010

Críticas, lolitas e itas.

Nós lolitas, aqui no Brasil e em muitos lugares no mundo, queremos cada vez mais adeptas ao estilo para compartilhar gostos em comuns e sair por aí exibindo os nossos outfits. Adoramos quando uma lolita nova aparece porque indica que o “movimento” está crescendo - e isso é ótimo! Tudo fica mais bonito quando está “lolítico”. Seria maravilhoso poder “lolitificar” o mundo inteiro. Entretanto, o que acontece quando surge uma lolita que não se enquadra totalmente no estilo?

Desde que esse surgiu, eu nunca gostei do termo ITA (usado para designar a garota que quer ser lolita e comete erros graves na hora de se vestir como tal). Eu acho essa palavra um tanto quanto desrespeitosa, e sem contar que é a palavra-monstro-assustador para muitas novatas.

Talvez você pense que muitas garotas não entendem nada do estilo e que usam roupas totalmente destoantes da noção de “lolitável”, mas a pior coisa que você pode fazer é manifestar palavras que vão fazer com que ela se sinta no chão. Talvez você pense que as suas críticas são construtivas e que você quer ajudá-la somente, porém é preciso ter cautela ao manifestar sua opinião sobre o estilo alheio, além de chatear uma novata você pode afastar outras garotas que poderiam se interessar pelo estilo e perder a oportunidade de fazer os seus encontros mais divertidos e com mais pessoas.

Eu acho importante que as novatas estudem sobre o estilo e consultem as veteranas antes de montar o primeiro outfit, mas isso nem sempre acontece e algumas garotas arriscam se vestir como lolita tendo como base somente as imagens que ela já viu, seja na internet ou garotas que ela tenha visto em festivais de animes ou encontros. A verdade é que mesmo não estando uma lolita perfeita ela está se sentindo kawaii. Uma crítica mal-colocada pode ser um tremendo balde de água fria na empolgação da lolita que está dando os seus primeiros passos. Ao invés de lançar as suas críticas cortantes, tente prestar a ajuda que ela necessita.

Uma coisa que acontece às vezes é as pessoas confundirem opinião e gosto pessoal com o certo e o errado no estilo. Não é porque você não gosta de um outfit “X” ou de uma subdivisão “X” que a garota está se vestindo mal. É importante saber diferenciar estes dois pontos e prestar atenção ao que diz. Dicas sobre o estilo são sempre interessantes se forem ditas com delicadeza, por exemplo: “Eu acho que esse vestido combinaria mais com um sapato de tal cor” ou “Talvez se você prendesse o cabelo de tal forma ficasse mais bonito neste outfit” – Não é tão difícil, é?

Vale a pena ser simpática com as novatas! Você ganha dessa forma não apenas uma nova adepta do estilo, como também a simpatia de outras garotas que se sentem mais a vontade para ousar se vestir dessa forma.

Imagem: Gothic & Lolita Bibble nº 10

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Bichinhos educados e donos também. 10 dicas básicas de cuidados, higiene e etiqueta.




Bichinhos de estimação são muito lindinhos. Eles fazem o seu dia mais feliz. Entretanto é preciso que você fique atenta a certas questões básicas do seu bichinho de estimação para o conforto dele, seu e das demais pessoas ao redor.
1º Se você ainda não tem um bichinho de estimação, mas está pretendendo adquirir um, antes de tudo estude sobre a espécie de animal que se quer ter, raça, cuidados especiais que se deve ter, adestramento etc. Se você já tem o seu bichinho, não custa nada conferir essas questões básicas. Você deve averiguar se o tipo (ou a raça) do animalzinho que você quer adquirir é ideal para o ambiente onde você mora, a sua rotina diária, o seu estilo de vida e a você principalmente – caso contrário você e o seu pet terão prejuízos.
2º Por que o adestramento é importante? Quando se ensina ao seu animalzinho o lugar certo de fazer as necessidades fisiológicas, como andar na coleira sem ficar te arrastando, não morder o seu tea party original da Angelic pretty e todas as coisinhas básicas você evita se chatear e chatear as demais pessoas e tudo o que vai lhe restar aquela criaturinha fofa pedindo acalento e alegrando a sua vida. Você pode ler livros sobre adestramento e aprendizagem animal, buscar ajuda em sites sobre o assunto ou contratar um profissional
3º É interessante que o seu pet tenha as coisas dele para atender suas necessidades e não atacar as coisas dos seus donos. Por exemplo: gatos precisam afiar as unhas constantemente, para evitar que ele arranhe os seus móveis o ideal é comprar um arranhador, a mesma situação é com o cachorro que o tempo inteiro está mastigando – para evitar que ele destrua roupas, sapatos e outras coisinhas mais, vale a pena comprar brinquedinhos de borracha ou couro para que ele morda. Você encontrará facilmente em pet shops e até em supermercados.
4º Separe um tempo para brincar com ele. Assim como seres humanos animais também precisam se exercitar.
5º Quando for passear com o seu cachorrinho leve sacolas de plástico e pá (se necessário), pois você é responsável pelo seu animalzinho e deve recolher a sujeira que o seu cachorro fizer no meio do caminho, afinal é função de todos nós deixar as ruas e calçadas limpas para as demais pessoas.
6º Cachorros de grande porte necessitam de focinheira para andar nas ruas. Lembre-se que se acontecer do seu cachorro machucar alguém é você que responderá pelas conseqüências disso.
7º Lave diariamente o local onde o seu animalzinho costuma fazer as necessidades dele com água sanitária e sabão. Jamais durma com ele na cama; compartilhe o seu prato, talher ou copo com ele e nem deixe que ele lamba sua boca.
8º Quando for receber uma visita em sua casa, os cachorros de grande e médio porte devem ser presos. Pequenos cachorros como poodle e lhasa apso podem ser deixados soltos, desde que a visita tenha o hábito de estar na sua casa e você tem certeza de que ela não vai se incomodar. Se é alguém que você ainda não tem certeza, que é alérgico ou que não gosta de animais o melhor é prendê-lo. O mesmo vale para os gatos. Se o seu animalzinho for demasiadamente exótico, como uma serpente por exemplo, deixe-o preso em qualquer situação. – se um amigo desejar vê-lo você poderá levá-lo até o ambiente onde se encontra o seu pet.
9º Esteja atenta às vacinas. Isso vai proteger o seu pet, a você e a sua família contra possíveis doenças.
10° Não dê doces ao seu pet. Doces são muito saborosos e eu sei o quanto você quer que o seu bichinho fique feliz, mas o açúcar vai deixá-lo com caries e possíveis problemas no sistema digestivo, causando dores e desconforto. Existem petiscos próprios para ele que você pode encontrar em supermercados e pet shops.

Imagens: Gothic & Lolita Bibble nº 5 e Magia Gifs
quarta-feira, 16 de junho de 2010

Lacunas


Lacunas são espaços vazios que pedem para ser preenchidos. Podem ser espaços físicos e podem ser espaços temporais. A verdade é que sempre que há uma lacuna de alguma forma ela é preenchida, porque não existe vácuo na vida. “Certo e o que eu faço com essa informação?” – você me pergunta. Pense bem, se os espaços pedem para ser preenchidos, talvez esteja na hora de você abrir espaço para as coisas que você deseja – afinal talvez o que você esteja almejando ainda não encontrou um lugar para se alojar, e como diz a física “dois corpos não podem ocupar o mesmo lugar no mesmo espaço de tempo”.
Se você quer roupas novas, que tal doar as suas roupas antigas e abrir espaço no seu guarda-roupa? Um carro? Uma boa idéia é tirar o entulho da garagem. Deixe um espaço de tempo vazio na sua agenda para aquela aula de dança que você sempre quis fazer. A mesma coisa acontece com coisas que você não quer. Preencha espaços vazios com coisas boas, antes que coisas ruins façam isso. Por exemplo se você não quer que o tédio invada o seu domingo com seus programas ruins, preencha-o com coisas maravilhosas e tudo aquilo que lhe dá alegria.
Uma das coisas mais prazerosas em abrir uma lacuna é ficar olhando para ela e visualizando quão maravilhoso será quando ela for preenchida.
Imagem: Gothic & Lolita Bibble nº 7.
PS: escrevi durante o intervalado da faculdade.
terça-feira, 15 de junho de 2010

Uma pequena nota

Minhas (meus) queridas (os) *,
Peço desculpas, não tive tempo de postar esses últimos dias, tão pouco de visitar todos os blogs que acompanho, visitei alguns, mas prometo visitar a todos em breve e postar coisas novas. Esses últimos dias me faltou tempo livre - Uma centena de trabalhos da faculdade, provas, etc - além de uns "extras" obrigatórios que não vale a pena comentar.
Queria ter feito um post especial para o dia dos namorados e também não consegui - mas não faz mal, o mais importante é que se comemore o amor todos os dias e não apenas no dia 12 de junho, não é mesmo? Apesar da correria consegui ter um dia dos namorados bem agradável. Eu e o meu príncipe saímos para tomar sorvete e depois assistimos a "Doce Novembro", além de mais um montão de troca de carinhos.
Termino por aqui a minha (não tão) pequena nota e deixo avisado que já estou preparando algo especial para o próximo post.

Com muito carinho,

Madrepérola.

* Coloquei dessa forma já que a maioria das pessoas que visitam o meu blog (ou pelo menos que deixam comentários) são do sexo feminino.

quinta-feira, 10 de junho de 2010

Fada Madrinha


Quando pensamos em fada madrinha, visualizamos uma mulher com asas de borboleta e uma varinha de condão - e que atende aos nossos desejos ou resolve os nossos problemas num passe de mágicas, entretanto não precisa necessariamente ser assim. Na maioria das vezes a nossa fada madrinha não tem asas de borboleta, nem varinha de condão e tão pouco usa aquele vestidinho de organza típico de fadas.
Nossa fada madrinha pode ser qualquer pessoa, talvez seja um "fado padrinho" e talvez nem seja uma pessoa. A verdade é que a fada madrinha traz uma solução mágica para o que parece impossível. Ela realiza aquele seu desejo que você não vê uma maneira real para que ele aconteça, e muitas vezes parece realmente que ela usa mágica.
A fada madrinha pode ser os seus pais, o seu namorado, um parente, um amigo, um desconhecido ou uma situação inusitada que aconteça na sua vida. Às vezes a sua fada madrinha nem se dá conta da coisa grandiosa que fez a você, porque para ela é algo rotineiro.
O aceno da varinha de condão pode acontecer de diversas maneiras: um conselho brilhante, um presente inusitado, o dinheiro que sobrou (não se sabe como) no fim do mês e que vai permitir comprar aquilo que você tanto queria e assim por diante.
Sabe aquelas situações incríveis como quando alguma coisa sai errado durante o seu dia, mas parece que só saiu errado para que algo fantástico acontecesse? Como por exemplo quando o carro quebra no dia que se está atrasada para o trabalho e quem aparece para ajudar é o seu príncipe encantado? Aquele que você passou a vida inteira procurando. - Essa foi uma situação hipotética, mas a verdade é que acontece coisas incríveis na sua vida o tempo inteiro e que realmente parece ser mágica e certamente a sua fada madrinha está envolvida nisso.
Então, quando encontrar a sua fada madrinha, seja ela quem o que for, sorria e agradeça a ela por toda a mágica maravilhosa que ela fez em sua vida.

Imagem: Cinderella - Filme da Disney

sábado, 5 de junho de 2010

Formalidade sem perder o estilo (Lolita)

Bem, daqui a pouco mais de uma semana terei que comparecer a um lugar que exige uma roupa mais formal, e como eu sei que isso pode ocorrer também a outras garotas decidi criar esse tópico de algumas roupas que podem ser usadas nesse tipo de ocasião. Antes de qualquer coisa, vamos ver o que fica e o que não fica bem nesse tipo de ocasião.

Totalmente aprovado:

- Cores escuras: preto, marrom, vinho, etc.
- Tons pasteis.
- Saia em formato de "A".
- Saia na altura ou abaixo do joelho.
- Cintura alta.
- Blusas/camisas sem muitos detalhes.
- Camisas de mangas longas.
- Blazer.
- Calçados com poucos detalhes.
- Meia-calça.
- Bolsas discretas.

Pode ser usado (dependendo da ocasião):

- Estampas discretas.
- Flores no cabelo.
- Chapéu.
- Sapato boneca.

Não deve ser usado:

- Estampas infantis.
- Cores vivas como rosa algodão-doce, mint, etc.
- Roupas com muitos detalhes. (muito laço, muito babado, etc)
- Bolsa de bichinho de pelúcia (poodle, urso, ponei, etc)
- Sapatos com muitos detalhes e de cores mais chamativas.
- Sapatos com amarras nas pernas.
- Botas no estilo lolita.
- Muito acessório.
- Acessórios muito coloridos.
- Acessórios de doce, coraçãozinho, estrelinha, bichinhos etc.
- Acessórios de cabelo como headdress, mini-cartolas, "bolo".
- Bolsas com muitos detalhes.
- Anáguas muito armadas.
- Bloomer aparecendo.

Algumas imagens de roupas e calçados que podem ser usados e ocasiões formais:

Sapatos: Bodyline

Sandálias: BTSSB

Saia: Mary Magdelene

Victorian Maiden

Mary Magdelene


Esse vestido da Innocent World exige um blazer por cima.

Angelic Pretty




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Livro

Livro
Para quem deseja adquirir o livro "As donzelas e as sombras" de Luana Madrepérola, também autora do blog Doce Madrepérola. Clique na imagem.

Seguidores

Postagens populares

Heart it

Instagram