Sobre mim

Minha foto
Uma dama que aprecia arte em todas as suas formas. Repleta de sonhos, imaginação e poesia.

AF&LBN

AF&LBN

Marcadores

Eu recomendo:

Arquivo do blog

Facebook

sábado, 31 de julho de 2010

Eu não suporto o silêncio


Eu sou do tipo de pessoa que não suporta o silêncio. Quando estou sozinha em casa ligo o aparelho de som e a TV, por que o silêncio causa um estranho incômodo. O silêncio indica vazio – afinal, segundo a física o som se propaga onde existe matéria, não se propaga no vácuo. O silêncio também pode ser daquele tipo embaraçado, entre duas pessoas que se desentenderam e agora estão lado a lado, fica aquele silêncio cheio de palavras inibidas. O silêncio pode indicar indiferença e comunica muito quando diz “eu não quero você por perto”. O silêncio pode significar discordância ou “eu não quero brigar” – quando brigar é menos dolorido que o silêncio, porque parece que o silêncio quer dizer “eu não me importo”.

Por que o silêncio parece ser tão ruim e punitivo? Talvez porque tudo ao nosso redor é barulho: o vento, a chuva, a cachoeira, até mesmo o fogo queimando a lenha. Sabemos quando a pessoa que amamos se aproxima pelos sons: os passos, a voz, o barulho do carro... E como é bom estar ao lado de quem se ama apenas ouvindo o som das batidas do coração ou a respiração, porque afinal o silêncio do corpo indica a morte. No momento em que nascemos começamos fazendo barulho, nosso choro estridente que significa “Ei, eu estou vivo!”.

Tudo ao nosso redor é uma melodia e as melodias seduzem. No reino animal algumas espécies de machos cantam para seduzir suas fêmeas. Bem provável que com este mesmo intuito surgiu o hábito de fazer serenatas para seduzir uma donzela. A música nos faz sentir diferentes emoções, como se conseguisse tirar de nós sentimentos mais secretos. A música me parece a energia que move todas as coisas. Por estes motivos eu volto a dizer: “Eu não suporto o silêncio”.

Imagem: Retirada daqui

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Pintores do Rococó

Ultimamente tenho estudado um pouco a respeito de história da arte. Desde a primeira vez que vi falar sobre o Rococó - numa revista antiga dentro de um baú que tinha na minha casa- eu me apaixonei pelo estilo. A suavidade das cores, a riqueza de detalhes e uma pitada (significativa) de ousadia. O estilo ficou conhecido como a variação profana do Barroco, por sair da temática religiosa e mostrar a vida profana da aristocracia.

Escolhi algumas das obras que mais gosto deste período para compartilhar com vocês. Embaixo de cada obra o autor.

Jean Honoré Fragonard

Antoine Watteau

Fraçois Boucher


Maurice Quentin La Tour

Nota: Desculpem-me a demora para postar, fiquei sem computador uns dias.
domingo, 25 de julho de 2010

A menina e o pássaro encantado


Este foi um livro que eu li durante a minha infância, um dos livros de histórias mais encantadores na minha opinião. Fala sobre saudade, sobre a necessidade de se estar longe de quem se ama e o quanto o amor e o encanto crescem com a distância.

Uma menina que tem como melhor amigo um pássaro encantado. O pássaro que traz em suas penas as cores e os encantos dos lugares por onde passa...

Fica então a minha dica de leitura: "A menina e o pássaro encantado" de Rubem Alves.


quinta-feira, 22 de julho de 2010

Lidando com sentimentos ruins


Ter sentimentos ruins é natural do ser humano - e incontrolável muitas vezes. É muito difícil que você não passe por alguma situação que abale o seu estado de espírito, te deixando irritada, frustrada ou deprimida. Nós estamos o tempo inteiro reagindo aos estímulos do mundo e das outras pessoas. Ter sentimentos ruins não faz de você uma pessoa fraca ou mau - o que faz a diferença é como você lida com estes sentimentos.
Às vezes em meio ao impulso do sangue fervendo fazemos e dizemos coisas das quais nos arrependemos posteriormente, outras vezes não conseguimos enxergar soluções óbvias - como se estivéssemos parcialmente cegos. A verdade é que em meio ao caos e com o coração transbordando sentimentos negativos não achamos a luz no fim do túnel e nos desesperamos, gritamos, choramos sem achar uma saída. O que fazer então?
Claro que cada problema apresenta uma solução diferente e seres humanos não são como máquinas programadas que apresentam sempre o mesmo código para resolver os problemas, mas algumas atitudes podem fazer a sua cabeça esfriar para que você ao menos consiga pensar em alguma solução sensata.

- A primeira é respirar fundo, contar até 10, 100, 1000... até conseguir se acalmar. Afinal, falar ou agir impulsionada por emoções ruins não costumam ter bons resultados.

- Se achar necessário, peça licença e se retire do local ou da situação por alguns instantes. Vá para um local tranqüilo onde possa ficar sozinha.

- Estando sozinha, espere o sentimento desagradável passar. Esvaziar é sempre bom. Cada um tem uma maneira de fazer isso, seja falando sozinho, chorando, escrevendo ou dando socos no travesseiro. (Melhor no travesseiro do que em alguém, não?).

- Quando esvaziar por completo reflita sobre a situação com bastante calma e sensatez. É bem provável que então você encontre uma solução.

- Se tiver que conversar com alguém sobre algo que te desagradou, faça quando já estiver calma e de forma solene. - Mas fale sempre. Omitir-se é péssimo. Só fará com que o seu coração se encha cada vez mais de sentimentos ruins e acabe prejudicando o seu corpo. (Afinal, estima-se que boa parte das doenças são causadas por fatores emocionais).

- Com o tempo aprendemos a lidar com as nossas emoções, com mais naturalidade e já não necessitamos de tanto esforço.

Outras coisas que são importantes neste processo de lidar com as emoções negativas:

  • Fazer coisas que lhe dão prazer e estar ao lado de pessoas agradáveis ajudam a aliviar as tensões quando as coisas não vão bem na sua vida.
  • Conversar ajuda a esvaziar os sentimentos ruins de dentro de você. Seja com um amigo ou com um profissional (psicoterapeuta).
  • O diário (de papel) pode também ser um grande aliado para descarregar os sentimentos ruins.
  • Algumas pessoas gostam de ter lugares onde gostam de ficar sozinhas quando querem fugir do mundo, eu acho uma boa, desde que seja um lugar seguro.
  • Se puder passe um dia no SPA, vá ao salão de beleza ou a uma massoterapeuta - qualquer lugar que faça você sentir que tem alguém cuidando e mimando você para que se sinta relaxada.
  • Um bom chá calmante pode ser melhor do que uma pílula para dormir. Camomila e erva-cidreira são excelentes.
Imagem: Lefebvre
quarta-feira, 21 de julho de 2010

SPA em casa - A solução para os cabelos ressecados pelo inverno

Decidi criar uma "seção especial" no meu blog somente para dicas de beleza caseira. Para que a falta de dinheiro não seja mais uma desculpa para não se cuidar. São tratamentos que eu descobri em livros, sites ou com pessoas do meu que eu encontro no dia-a-dia; e todos foram testados antes de serem postados aqui.



O meu primeiro post fala sobre um problema bem comum nesta época do ano: Cabelos ressecados. Além do fato da umidade relativa do ar estar mais baixa, com o frio nós queremos sempre tomar banho com água quente e também lavar o cabelo com água quente. o resultado disso são cabelos ressecados. Este problema pode ser resolvido com algumas coisas que você tem em casa e é bem simples.

Vou ensinar uma hidratação capilar que pode ser feita com ingredientes que tem na sua cozinha (e outros no seu banheiro).

Você vai precisar de:

- 1 colher de iogurte natural
- 1 colher de mel
- Gema de 1 ovo
- 1 colher de Azeite (opcional)
- 1 colher de óleo capilar de sua preferência (opcional)
- 1 colher de creme de tratamento de sua preferência

Primeiro lave bem o cabelo com shampoo na água fria (aconselho fazer isso num dia que a temperatura estiver mais alta), retire o excesso de água com uma toalha e então passe a mistura no seu cabelo e coloque uma touca térmica no seu cabelo ou papel alumínio caso você não tenha e deixe agir por meia hora, depois enxague bem com água fria retirando todo o resíduo, retire o excesso de água com uma toalha, penteie - com um pouco de creme ou leite para pentear se achar necessário e deixe secar naturalmente.

OBS: Iogurte, gema de ovo e mel às vezes são usados para clarear o cabelo, mas o clareamento provocado por eles é extremamente lento além de ser bem sutil, então você não precisa ter medo de ficar totalmente loira se fizer este processo uma vez - caso este não seja o seu objetivo. Mesmo se for feito todo final de semana vai demorar até começar a clarear os fios.

Imagem: Keral.com

terça-feira, 20 de julho de 2010

Un peu sur moi

Antes de mais nada: FELIZ DIA DO AMIGO A TODOS QUE VISITAM O MEU CANTINHO.
Em segundo lugar:
Bem, meu blog não é muuuuiiiito pessoal, e isto se deve principalmente ao fato de eu me esconder por trás de um pseudônimo, então decidi hoje postar algo mais pessoal. Foram os últimos presentes que eu ganhei e que adorei.
Tic-tac e colar de lacinho vermelho que ganhei da Charlotte (uma amiga com quem me correspondo na Inglaterra).

Meia-calça rendada rosa clarinho, também da Charlie.

Espelho de bolsa, que ganhei da Poly-chan Faltou a foto dos brincos de cupcake que vieram junto. Minha câmera, para variar não estava muito boa e a foto não ficou legal, por isso não postei.

Lenço bordado, ganhei da Rayssa.

presentes Not Rorita:
CD - Marilyn Manson, Antichrist Superstar - ganhei do meu príncipe. Eu fui fanática, doente, louca pelo Marilyn durante um bom período da minha vida, hoje ainda gosto bastante, quer dizer, odiei os dois últimos discos dele. O Antichrist Superstar é o album que mais gostei, é antigo e sempre quis ter.
Livro: Diário do vampiro - O despertar. Ganhei do meu grande amigo Galhardi. Ele sabe que eu adoro este tema. Ainda não comecei a ler.
DVD: Laranja Mecânica - na verdade meu namorado comprou para ele, acaba sendo nosso, pois eu tomo posse de 50% - hauhauhauha. Adoro este filme.

Imagens: A imagem do dia do amigo, fora encontrada aleatoriamente no google, mas o link é desse blog
segunda-feira, 19 de julho de 2010

Tutorial - Touca de dormir (ou de banho)


Post especial para Butterfly, que perguntou sobre o molde da touca de dormir. Bem, achei este tutotial que eu traduzi. A mob cap, como é chamada em inglês, pode ser usada como touca para dormir, para o banho ou em algum outfit que achar que combine, enfim como quiser.

Para fazer a sua mob cap você precisará de:

- ¾ de um pedaço de tecido de 1 metro - de qualquer tipo ou plástico se quiser fazer a mob-cap como touca de banho) na verdade são 36 polegadas, que correspondem a 91,44 cm então arredondei para 1 m – achei estranha esta medida, então penso que na verdade são 75 cm mais ou menos.

- fita de revestimento (não sei se há uma tradução correta em português, em inglês é casing tape – seria uma fita em que se pode introduzir outra fita ou elástico dentro. Segue imagem)

- Elástico de meia polegada

Esta é uma casing tape.


Diagrama do molde:

1) Faça o molde da coroa (parte redonda que ficará no topo da sua cabeça) e as abas, conforme a figura, copiando o gráfico num papel quadriculado. Prenda o molde com um alfinete no tecido – a coroa perto da dobra como mostra do diagrama. Corte três partes.

2) Costure as duas partes da aba para formar um anel. Coloque as abas na parte correspondente na coroa, deixando os lados a mostra para fora e costure-os, como mostra a figura. Vire a touca com a face para fora e dobre as abas para trás os lados que não devem ser mostrados juntos, fazendo assim as abas com tecido duplo. As abas duplas ao longo da costura. Aperte bem. ( No tutorial não fala a respeito, mas talvez seja bom costurar).

3) Costure a fita de revestimento por dentro da touca, cobrindo a costura, deixando uma abertura para inserir o elástico. Corte um pedaço de elástico que caiba na sua cabeça quando esticado. Insira o elástico na fita de revestimento. Junte as extremidades e apare se necessário.

Na pintura de Willian Hippon Gadsby, uma garotinha usando uma mob cap no seu outfit. Nome da pintura "A little girl in a mob cap with a basket of apples".

Acessórios para dormir

O último post foi sobre camisolas, então decidi fazer este post sobre acessórios para complementar o seu "outfit" de dormir.

touca - bem simples de ser feita para quem sabe costurar, pode ser feita com elástico ou para ser amarrada com fita de cetim embaixo do queixo (opção que acho mais bonita) e deve combinar com a sua camisola. Claro que você pode enfeita-la com rendas, lacinhos, bordado, etc.


Também deve combinar com a camisola e uma opção muito bonita é com plumas, mas não achei nenhum muito "lolitável" o menos sensual foi esse da foto. Fica como inpiração.


Nos pés: pantufas ou chinelos de tecido.





Bichinho de pelúcia - para quem gosta.
Xale - pode parecer estranho, mas acho muito legal a combinação do xale com a camisola. Sempre me remete a contos de fada, como se a princesa estivesse fugindo no meio da noite com uma lamparina na mão e jogasse o xale sobre os ombros para proteger-se do frio. Pena que não consegui nenhuma imagem assim.






domingo, 18 de julho de 2010

Camisolas

Eu estou a procura de modelos de camisola, este é um item que está em falta no meu guarda-roupa e acho fundamental dormir bonita. Estava pensando em algo bem quaintrelle (mais lolita de preferência). Bem, e depois da minha longa busca encontrei algumas imagens que gostei, mas nenhuma que tenha me agradado 100% - e nenhuma é (muito) lolita, mesmo assim decidi compartilhar com vocês, porque afinal eu acredito que elas servem de inspiração. É bem provável que eu desenhe a minha e levar o desenho e o tecido a costureira.

Esta é muito bonita, pena que não seja possível ver como é na frente com todos os detalhes, me pareceu uma camisola de princesa de conto de fadas.

Outra que também me agradou muito, modelo antigo, simples e bonita.

Estas parecem ter saído de uma máquina do tempo (Século XIX), uma com mangas mais curtas que dá para usar em dias quentes e outra como mangas longas que é ideal para dias quentes.


Adorei o detalhe das "camadas" nas manguinhas e o detalhe de amarrar.


São dois modelos mais "adultos" que me agradaram bastante.

Esta última, não sei porque me pareceu algo "Hime gal".

Gostaram?
Se alguém tiver mais algum modelo de camisola bonito, mostre-me, por favor.


sexta-feira, 16 de julho de 2010

Uma pequena nota e uma dica

Olá, perdoem-me a demora para postar. As coisas andam um tanto corridas para mim, minhas férias estão cansativas. Talvez eu tenha que passar alguns dias sem postar porque ficarei impossibilitada de usar o computador devido a um serviço que o pedreiro vai fazer no meu quarto e que vai levantar muuuuuiiiiiitoooo pó.

Para não deixá-las(0s) na mão, vou dar uma dica legal.

Bem, há duas postagens atrás eu falei sobre cartas antigas, então a dica que eu deixarei é sobre onde encontrar alguém para se corresponder dentro e fora do Brasil.

No Brasil:


Internacionais:


e

Pretty Letters (Livejournal) - que não é lolita, mas que também é possível conhecer pessoas de várias partes do mundo.

Espero que gostem,

Beijinhos perolados

e até breve.


domingo, 11 de julho de 2010

Penteado Renascentista

Achei esse vídeo por acaso, o penteado é bem bonito com uma inspiração renascentista. Quem tem um conhecimento de língua inglesa vai compreender melhor. Para quem não tem o conhecimento vou dar uma breve explicação embaixo do vídeo.



Você vai precisar de:

- Grampos de cabelo
- Elásticos
- fita
- Agulha de plástico para passar fios

faça duas tranças laterais e prenda as pontas com elásticos, cruze as tranças na nuca e depois passe-as para a frente da cabeça, prenda-as com grampos. tire os elásticos do cabelo ajeitando as pontas das tranças. Coloque a fita na agulha e passe-as pelas tranças como se estivesse costurando.

Bem, eu não tenho um cabelo tão longo quanto o desta dama no vídeo, meu cabelo está na altura dos ombros, vou tentar adaptar o penteado, e também procurar esta agulha, depois venho postar aqui o resultado.

Espero que tenham gostado.

Cartas antigas

Eu adoro escrever cartas, mesmo para o meu namorado (que eu vejo frequentemente e que mora na minha cidade) às vezes eu as escrevo e entrego em mãos, outras coloco escondido dentro do bolso do paletó ou no meio dos livros dele... Tenho correspondentes que eu nunca vi pessoalmente, algumas moram aqui no Brasil outras não... É muito gostoso ficar ansiosa esperando o carteiro chegar com a correspondência e ver aquela cartinha decorada em meio às contas da casa.

Bem, eu, como amante de antiguidades e do hábito de escrever cartas, sempre adorei papeis com aspecto envelhecido para escrever no estilo antigo, tanto cartas colocadas dentro de envelopes, quanto Snail mails (cartas em caracol). Então decidi compartilhar com vocês, aqui no meu blog, uma maneira de fazê-las.

material:

Vela
Fósforo/isqueiro/acendedor
papel sulfite branco
Flores prensadas (opcional)

Você pode usar a chama do fogão ao invés da vela.



Há duas maneiras de fazer, cada uma com um aspecto diferente:

1ª) Passe o papel sobre a vela ou chama do fogão até que ele fique com uma coloração amarelada/marrom, com cuidado para que ele não queime demais. É bem provável que algumas partes da borda fique deteriorada, não há problema, isto dá um charme a mais.





2ª) Queime somente as bordas do papel com cuidado, se ela queima um pouco além do necessário abane ou assopre o papel para apagar o fogo.


- Você pode decorar o papel envelhecido com flores prensadas. Para fazê-las basta colher algumas flores que estejam em bom estado. e colocá-las dentro de um livro pesado, para não manchar o livro (o que pode acontecer) proteja-as com um guardanapo de papel, deixe-as dentro do livro até secarem totalmente.


- Para a Snail Mail basta enrolá-las com cuidado - pois as bordas poderam se rasgar facilmente devido ao fato de que o fogo as deteriorou. Então prenda-as com uma fita de cetim ou um pedaço de corda fininha.


Dicas extras:

- Se o papel ficar amassado devido a maneira de segurá-lo durante o processo, alise-o com a um ferro de passar roupa.

- Escreva com uma caneta tinteiro com tinta preta, fica com um aspecto ainda mais bonito e antigo.
quarta-feira, 7 de julho de 2010

Temporada dos morangos


É época de morangos. Morango é uma delícia! Puro, coberto de chocolate ou de merengue... de todo jeito.

Vou apresentar três opções de como consumir esta fruta deliciosa.

Geléia:

Muito simples, basta picar os morangos em pedaços pequenos e levar ao fogo com o quanto de açucar se fizer necessário para dar o ponto de melado, acrescente um pouco de água também. O ponto certo é quando os morangos "derreterem".

Iogurte caseiro com pedaços de fruta:

Ferva o leite (uns 3 litros mais ou menos) espere esfriar, para dar o ponto de iogurte você pode acrescentar lactobacilos que você encontra em supermercado ou lojas de produtos naturais ou então usar um pote de iogurte natural. Deixa de um dia para o outro, fora da geleira num recipiente tampado para que não entre qualquer impureza. Quando estiver pronto acrescente a geléia morna e misture vagarosamente para não perder a consistência.

Panqueca de morango:

Massa:
1 xícara de chá de leite
1 xícara de chá de farinha de trigo (pode ser substituída por maisena numa versão sem glúten)
1 ovo
4 colheres de sopa de açucar cristal
1 colher de café de essência de baunilha

Se quiser fazer a mais, basta dobrar a receita toda.

Bata todos os ingredientes do liquidificador, unte uma frigideira com óleo e deixe esquentar um pouco e coloque a massa, virando quando estiver assada por baixo - assim como a panqueca salgada. Quando estiver pronta recheie com a geléia.

Espero que vocês se deliciem com a receita.

Imagem: Fonte incerta.
segunda-feira, 5 de julho de 2010

Meu Eu-amigo


Ter amigos é importante e prazeroso. - Eu não ousaria dizer o contrário. É maravilhoso saber que existe alguém com quem se possas contar em momentos de aflição, compartilhar segredos, nos consolar, que nos oferece o ombro quando queremos chorar... Entretanto há algo que você necessita mais do que um amigo, algo que todos nós deveríamos fazer antes de ter um amigo: ser o seu próprio amigo.
Quando nós mudamos de escola ou de cidade ou simplesmente os nossos amigos estão ocupados num determinado dia e não podem estar conosco, sempre nos sentimos solitários e desconsolados, como se uma peça importante estivesse faltando no nosso mundo e nos esquecemos de que temos uma excelente companhia, e que esta jamais estará ausente: Nós mesmos. É difícil ser amigo de outras pessoas quando não somos nossos próprios amigos. Você estará eterno déficit consigo mesma se dar aos outros aquilo que não tem dentro de si, e nunca conseguirá de outra pessoa este sentimento de gostar de si. Só você é capaz de obter isso e por si só e numa jornada solitária.
Talvez você ainda não tenha percebido a real importância disto, mas quando se tem a si mesmo como amigo você não se importa em ficar só em casa, porque sabe quão prazerosa é sua companhia, e certamente outras pessoas também se alegram em tê-la por perto - pelo mesmo motivo.
Quando você passa a ser o seu próprio amigo você faz de tudo para se fazer feliz - porque é isso o que um amigo faz. Você evita ao máximo se chatear ou se decepcionar e torce para que as coisa às quais você aspira aconteçam. Você se esforça ao máximo para se impressionar e se orgulha de si. Ser o próprio amigo é estupendo, um sentimento que não se pode explicar. Isso mostra que você pode ser feliz por si só.
Apenas aconselho para que nunca deixe o seu ego crescer a tal ponto que outras pessoas não queiram mais a sua companhia, afinal você deve ser agradável não somente consigo, mas também com as demais pessoas.



Algumas dicas de como melhorar o relacionamento com o seu Eu-amigo:

- Cuide de si mesmo, tanto no aspecto saúde quanto estética. Exercite-se, tenha uma alimentação saudável, vista roupas bonitas, etc.

- Faça as pazes com o espelho. Olhe-se sem fazer careta ou expressão de descontentamento. Ao invés de ficar reparando cada mínimo defeito, aprecie os seus pontos mais bonitos e faça elogios a si mesma.

- Dê-se um presente, mesmo que simples e barato, e fique grata por isso.

- Faça coisas que lhe dão prazer sozinha. Leia seu livro favorito debaixo de uma árvore num parque, vá ao cinema ou a um café e desfrute ao máximo o prazer de estar consigo.

Imagens: Gothic & Lolita Ensemble (the visual beast)
quinta-feira, 1 de julho de 2010

Férias de inverno em casa


No mês de julho, escolas e faculdades dão uma pausa para os alunos descansarem, e quem trabalha algumas vezes prefere tirar férias neste período do ano porque geralmente há um desconto nas pousadas e agências de viagem, dependendo do destino turístico. Entretanto, nem sempre é possível viajar nas férias. Talvez você esteja sem dinheiro, tenha alguma outra prioridade (para gastar o seu dinheiro) ou seus pais não esteja de férias e você terá que se contentar em ficar em casa. Diante disto, pode ser que o seu primeiro pensamento que venha à sua cabeça seja "Que tédio!", mas eu vou te dizer que não precisa necessariamente ser assim. Há uma porção de coisas legais que se pode fazer nas férias de inverno sem sair da sua cidade.
Vamos ver como é possível impedir que o tédio chegue até você:

1ª) Lembre-se de que você está de férias, mas uma boa parte da cidade não. Há diversos lugares que você pode ir: cinema, teatro, cafés, museus... Você pode ir sozinha, com um(a) amigo(a), namorado, com os seus pais ou com quem mais você quiser.

2ª) Aproveite as férias para fazer uma visita a alguém que você ama e que na correria do dia-a-dia você não consegue. Uma amiga, seus avós, sua tia, etc. Também é uma boa passar mais tempo com as pessoas que estão dentro da sua casa ou que você vê todos os dias. Sair com os seus pais, brincar com o seu irmãozinho, dar uma atenção extra ao namorado...

3ª) Que tal um dia ao ar livre, num parque, fazendo piquenique, apreciando a natureza?

4ª) Receba suas amigas em casa. Faça uma tea party (festa do chá) para recebê-las, um jantar ou um almoço especial.

5ª) Planeje uma festa para poucas pessoas com alguma temática. Pode ser uma festa do pijama, uma festa a fantasia, festa da princesa ou qualquer tema bonitinho e lolítico.

6ª) Se todas as suas amigas viajaram e você ficou sozinha na cidade, então desfrute da sua própria companhia e faça atividades prazerosas que se pode fazer sozinha como por exemplo ler um livro, locar um filme divertido para assistir ou jogar video game.

7ª) Tire um dia (ou mais de um) para cuidar da sua beleza, como um spa em casa. Pesquise tratamentos de beleza caseiros, cuide da pele, do cabelo, das unhas e relaxe bastante neste dia. Coloque uma música agradável para ajudar a relaxar.

8ª) Aproveite as férias para aprender algo novo. Um novo idioma, uma nova técnica de artesanato, um esporte diferente, tocar algum instrumento musical... Eu, por exemplo, me matriculei nos cursos francês e espanhol na faculdade nestas férias.

9ª) Se você tem um hobby que ficou meio abandonado durante a sua rotina cansativa, então é hora de dedicar-se a ele. Por exemplo, durante estes últimos meses de correria, não tive tanto tempo para cuidar do meu jardim, vou aproveitar as férias para dar todo cuidado necessário a ele.

10ª) Faça algo que você passou meses querendo fazer e não conseguiu por falta de tempo, como criar aquele outfit que você queria, dar uma cara nova à sua escrivaninha com uma boa pintura ou realizar aquele serviço voluntário que você queria num orfanato, por exemplo.

Imagem: Gothic & Lolita Bibble nº 9
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Livro

Livro
Para quem deseja adquirir o livro "As donzelas e as sombras" de Luana Madrepérola, também autora do blog Doce Madrepérola. Clique na imagem.

Seguidores

Postagens populares

Heart it

Instagram