Sobre mim

Minha foto
Uma dama que aprecia arte em todas as suas formas. Repleta de sonhos, imaginação e poesia.

AF&LBN

AF&LBN

Marcadores

Eu recomendo:

Arquivo do blog

Facebook

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Cadáver/ Corpse


Aquele não era um simples cadáver como aqueles que eu enterrei na areia ou joguei nas águas. Ele era digno de uma cova bem funda e uma lápide de ouro. Eu deveria fabricar um caixão bem resistente e encomendar sua alma para que não viesse atormentar minhas noites de sono tranquilo.

E como foi difícil sepultá-lo! Ele estava quente em meus braços, tão apegado a mim... Eu não quis soltá-lo. Ainda em vida ele me disse que cadáveres cheiram mal e ele sempre esteve certo. Porém o cheiro pútrido não exalava dele e sim de mim. Minha alma pútrida estava corroída pelos meus erros.

Quando ele morreu eu morri ao mesmo tempo e agora sou uma alma penada que continua viva vagando pela cidade. Como eu queria te ressuscitar, meu querido cadáver, mas a minha vida continua enquanto a sua se foi e o que ficou foi o calor dos teus braços ao redor do meu corpo.

That was not a simple corpse like the others which I buried in the sand or threw in water. He was well worthy of a deep pit and a gold tombstone. I should make a durable coffin and order the soul for he didn’t come disturb my nights of restful sleep.

It was so difficult grave him! He was warm in my arms, so attached to me… I didn’t want to loose him. During his lifetime he told me corpses stink and he was always sure. However the putrid smell was not from him, it was from me. My putrid soul was corroded by my mistakes.

When he died I died in the same time and now I’m ghost soul which is still alive walking in the city. I’d really liked to resurrect you, my dear corpse, but my life carries on while yours is gone and what stayed here is the warm of your arms around my body.

Nota: Eu sei que normalmente posto coisas bonitinhas por aqui, mas acho que coisas sinistras também são belas. Essa foi uma crônica que eu escrevi e quis compartilhar.

Note: I know I normally post cute things here, but I think sinister things are also pretty. This was a story which I wrote and wanted to share.

Imagem/Picture: The Death by Henry Wallis

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Sobre princesas e destroços/ About Princess and ruins


É muito fácil sentir-se e agir como uma princesa quando tudo na sua vida está perfeitamente lindo e você só precisa contemplar o seu jardim pela janela do seu castelo. Acontece que a vida é cheia de altos e baixos e isso não muda pelo fato de você ser uma princesa. Pode ser que em algum momento o seu castelo desmorone e é perfeitamente compreensível que você se sinta arrasada, pragueje e se pergunte por que escolheu esse mundo de fantasias ao invés de viver como uma garota normal. Os sonhos destruídos causam muita dor.
Diante disso você pode escolher diversos caminhos, dentre eles: Abandonar a coroa; subir no cavalo do primeiro cavaleiro que passar pela sua frente esperando que ele te leve a um lugar melhor; chorar sobre os destroços ou recolher cada pedacinho de pedra enterrá-las bem e começar a construir um novo castelo.
Todas essas decisões devem ser consideradas. A pior delas, em minha opinião, é abandonar a coroa. Quando se é uma princesa você não pode deixar de sê-la simplesmente, você nasceu num berço encantado e as fadas abençoaram as primeiras horas da sua existência. Deixar de viver aquilo que você acredita seria como desperdiçar toda essa magia da sua vida, além de fazê-la sofrer inutilmente.
Subir no cavalo do primeiro cavaleiro que passar pode ser um grande erro! - ou não! A vida é cheia de surpresas inusitadas! Mas de qualquer forma acho que é preciso pensar bem nas coisas que você vai fazer para não agir pelo impulso.
Chorar às vezes faz bem. Permitir-se estar triste e transbordar essa tristeza faz parte do processo natural do luto, mas se levante em algum momento e seque suas lágrimas. Não fique chorando pelo resto da vida. Afinal o seu castelo foi destruído, não a sua vida.
Construir um novo castelo é a atitude mais digna de uma princesa, mas é também a mais difícil e trabalhosa. Muitas vezes você precisa fazê-lo sozinha. Jogar fora todas as pedrinhas que já não podem mais ser usadas, buscar novas pedras, machucar as suas delicadas mãos, se despentear e rasgar o seu lindo vestido. Com o tempo as feridas das mãos cicatrizam, você pode fazer um penteado mais bonito e comprar um vestido novo; mas o melhor do final desse sacrifício é que você terá um novo castelo, talvez um mais bonito do que o antigo.
It’s very easy feel and behave like a princess when everything in your life is perfectly beautiful and you only need to look on your garden through the window of your castle. However life is full of ups and downs and it doesn’t change because you’re a princess. It maybe that some point your castle collapses and it’s perfectly understandable if you feel miserable, curse and ask yourself why did you choose this fantasy world instead of live like a normal girl. Destroyed dreams induce lots of pain.
Faced with this situation you can choose lots of ways, among them: Give the crown up; climb on the horse of the first knight who passes in front of you hoping he carry you to a better place; cry on the ruins or reap each single piece of stone and bury before build another castle.
All decisions should be considered. The worst of them, in my opinion, is giving the crown up. When you’re a princess you can’t quit being it simply, you were born in an enchanted cradle and the fairies blessed the first hours of your life. Stop living what you believe would be like wasting all this magic in your life, besides it’ll make you suffer needlessly.
Climb on the horse of the first knight who passes can be a big mistake! – or not! Life is full of unusual surprises! But anyway I think we need to think about things and don’t act by impulse.
Cry is good sometimes. Allow yourself be sad and overflow this sadness is part of natural process of mourning, but after get up and dry your tears. Don’t cry for your whole life. Indeed your castle was destroyed, not your life. Build a new castle is the attitude more worthy of a princess, but it’s also the more difficult and laborious. Many times you must make it alone. Throw away all the stones which can no longer used, find new stones, hurt your delicate hands, tousle your hair and rip your pretty dress. Over the time the wounds of your hands heal, you can make a more beautiful hair design and buy a new dress; but the best of the end of this sacrifice is you have a new castle, perhaps more beautiful than the former castle.

Imagem/ Picture: Etsy
quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Cartas para Julieta/ Letters to Juliet


Este não é um filme de época ou com inspirações vitorianas. Não é baseado numa obra dos irmãos Grimm ou de Lewis Carroll, enfim não é um filme com inspirações lolitáveis, mas é certamente um filme que vale a pena assistir.

This isn't a period or a victorian inspired movie. It's not based on a story by Brothers Grimm or Lewis Carrol, indeed it's not a lolitable inspiration movie, but surely it's a movie which you'll like to watch.

Trailer:


quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Faça um desejo/ Make a wish


Faça um desejo sempre que puder! Deseje com toda a esperança que há no seu coração e com a ardente certeza que ele se realizará. Acredite que alguém estará te ouvindo e responderá: “Seu desejo é uma ordem”.
Make a wish always you can! Wish with all hope which there’s in your heart and with flaming certainty of it’ll come true. Believe someone will hear you and will answer: “Your wish is my command!”
Algumas maneiras especiais para se fazer desejos:
Some special ways to make wishes:
1) Quando assoprar as velinhas do seu bolo de aniversário;
1) When blowing the candles on your birthday cake;
2) Cortando a primeira fatia do seu bolo de aniversário;
2) Cutting the first piece of your birthday cake;
3) Quando ver uma estrela cadente;
3) When seeing a shooting star;
4) Quando um cílio cair*;
4) When an eyelash falls*;
5) Quando encontrar uma lâmpada mágica;
5) When finding a magic lamp;
6) Sempre que olhar no relógio e estiver marcando exatamente 11:11 (superstição que uma amiga da Inglaterra me contou);
6) Always you look at the clock and it’s 11:11 (superstition told by a friend from England);
7) Na virada do ano ao som dos fogos de artifício;
7) On New Year’s Eve by the sound of fireworks;
8) Jogando moedas numa fonte;
8) Tossing coins in a fountain;
9) Quando encontrar sua fada, duende ou qualquer criatura mágica;
9) When finding a fairy, sprite or any magic being;
10) Acendendo uma vela e orando para o seu anjo da guarda antes de dormir (para quem acredita);
10) Lighting a candle and praying for your guardian angel before sleeping (for who believe);
11) Amarrando fitinhas de Nossa Senhora do Bonfim no pulso ou tornozelo (Para quem for católico);
11) Knotting an Our Lady of Bonfim’s ribbons around your wrist or ankle (for Who is Roman Catholic) – it’s a popular thing in Brazil;
12) Fazendo um painel de visualização onde você coloca imagens de todos os desejos que quer realizar – sempre que um desejo for realizado retire uma imagem do seu painel;
12) Making a visualization panel where you put pictures of all your wishes that you’d like to come true – when a wish comes true you take a picture out of your panel.
13) Quando olhar para água e ela estiver totalmente parada e puder ver seu reflexo;
13) When looking at water and it’s totally stagnant and you can see your reflex;
14) Ao usar um par de sapatos novos pela primeira vez;
14) When you wear a pair of new shoes by the first time;
15) Quando estiver atravessando uma ponte prenda a respiração e faça um desejo;
15) When crossing a bridge hold breath and make a wish;
16) Quando olhar para o céu a noite e uma estrela brilhar especialmente para você;
16) When looking the sky at night and a star shines specially for you;
17) Assoprando uma dente-de-leão.
17) Blowing a dandelion.
* Acontece da seguinte maneira: você coloca o cílio no dedo indicador e outra pessoa coloca o indicador sobre o seu e ambas fazem um desejo, quem ficar com o cílio terá o desejo realizado.
It happens as follow: you put the eyelash on your pointer finger and another person put his/her pointer finger on yours and you both make a wish, who stay with the eyelash Will have a wish come true.
Vocês conhecem mais maneiras de se fazer desejos?
Do you know more ways to make wishes?
Imagem/Picture: Ternura Miga
terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Pérolas/ Pearls


Eu sempre adorei pérolas. A forma com que elas surgem é realmente mágica! Pense que a maioria das ostras vive em seu mundinho medíocre e são repugnantes em seu interior; então surge uma ostra com um problema, um problema inicialmente bem pequeno que ninguém além dela mesma percebe. Esta ostra começa a sofrer mudanças no interior de sua carcaça e ela deixa de se relacionar com as demais ostras, todas as outras ostras acham que ela é esquisita e então se afastam dela. A pequenina ostra fica sozinha com o seu problema que cresce cada dia mais, ela sente que mudanças estão acontecendo, mas não sabe explicá-las. Este problema a transforma totalmente por dentro e as outras ostras continuam não se importando. Até que um dia alguém a encontra perdida no fundo do oceano e pela primeira vez a ostra tem o valor que merece e todos admiram o resultado do sofrimento de toda a sua vida numa espetacular jóia. Diante dessa história você pode metaforizar o que quiser.

I always adore pearls. The way in which they arise is really magical! Think of the most of oysters live in a little mediocre world and they are disgusting inside; then there’s an oyster with a problem, initially a problem so small which nobody can see but herself. This oyster start to suffer changes inside her hull and she cases to relate to other oysters, everyone thinks she’s weird and then they keep her away. The little oyster is alone with her problem which grows up increasingly. She feels the changes happening but she can’t explain them. This problem transforms her totally inside and the other oysters still don’t care. Until a day when someone find her lost in the deep ocean e by the first time the oyster has the value which she deserve and everyone admire the result of suffering of her life in a spectacular jewelry. On this story you can metaphorize what you want.

Imagem/Picture: 1001 contos

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

O beijo da borboleta/ The butterfly kiss


Não sei ao certo se coisas curiosas acontecem mais frequentemente comigo do que com outras pessoas ou se eu consigo percebê-las mais facilmente; mas na verdade eu percebo que coisas curiosas me aconteceram durante toda minha vida. Uma delas me aconteceu há mais ou menos um ano atrás quando eu estava na minha casa e uma borboleta pousou nos meus lábios. Inicialmente eu me senti como na capa do filme “O silêncio dos inocentes”, mas eu me assustei e acabei sacudindo a cabeça involuntariamente para afastar a borboleta, porém depois eu me arrependi da minha estupidez. Esse momento foi mágico, mas eu não percebi na hora. Tantas pessoas correm atrás das borboletas e uma delas simplesmente pousa nos meus lábios.
Seria muita pretensão achar que ela quis realmente me beijar? Que talvez ha muito tempo ela estivesse me espreitando? Que ela esperava a oportunidade ideal? Que ela estava apaixonada por mim? Ou talvez ela tivesse me confundido com uma flor? Ela era a encarnação de um amor de outras vidas? Isso não é mais importante agora o que importa é que eu espantei a borboleta e nunca saberei o que ela queria de mim. Eu não encontrarei mais a mesma borboleta.
I’m not sure if curious things happen more often with me than with other people or if I can notice them more easily, but indeed I realize curious things happened to me during all my life. One of them happened more or less one year ago when I was in my home and I butterfly landed on my lips. Initially I feel like in the poster of the movie “the silence of lambs”, but I boggled and banged my head unwittingly for moving the butterfly away, however I regretted my stupidity. This moment was magi, but I didn’t realize it. Many people chase butterflies and one simply landed on my lips.
Would it be very pretentious if I thought she really wanted to kiss me? Maybe was she peeking me? Was she waiting for a good opportunity? Maybe was she in love with me? Or had mistaken me for a flower? Was she the incarnation of a love of other lives? It’s not important now, what matters I scared her and I’ll never know what she wanted with me. I’ll never find the same butterfly.
Imagem/ Picture: Ningo.com
segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Tempestades


Nenhuma tempestade dura para sempre. Talvez haja muitas enchentes na sua vida agora e você não consiga perceber que por trás das nuvens negras há um sol brilhando. Tempestades sempre passam e quando as nuvens se abrem como as cortinas de um teatro para o sol um arco-íris surge no céu e os passarinhos cantam alegres. Então quando olhar para o céu diga para si mesma (o) que em algum lugar desse céu sombrio o seu sol está brilhando.
No storm persists forever. Maybe there are many floods in your life now and you can’t note behind the Black clouds there’s a sun shining. Storms always passes and when clouds open like theatre curtains to sun, a rainbow rises in the sky and the birds sing cheerful. So when you look at the sky say to yourself in somewhere in this shadowy sky your sun is shining.

Imagem/Picture: Just mine

Nota: Quero agradecer a todas as minhas seguidoras que deixam comentários com palavras de conforto e dizer que vocês fazem o meu dia mais especial.
Note: I'd like to thank all my followers who write coments with words of comfort and say you make my day more special.
domingo, 6 de fevereiro de 2011

Uma fada/ A fairy


Uma fada me abençoou na última noite. Eu não a vi, mas pude sentir a sensação maravilhosa de ser abençoada, e em meio à melancolia que eu estava sentindo essa noite houve uma fagulha de esperança. Ela soprou um beijo no meu coração, como uma faísca na escuridão. E quando ela foi embora o que ficou foi um leve perfume de jasmim no meu quarto. Penso que ela quis me dizer que a minha vida sempre será um conto de fadas.
A fairy blessed me last night. I didn’t see her, but I could feel the wonderful feeling of being blessed, and in middle of gloom which I felt this night there was a flake of hope. She blowed a kiss in my heart like spark in darkness. And when she was gone there was jasmine smell in my bedroom. I think she would like to say my life is still a fairy tale.

Imagem/ Picture: Origem desconhecida/ Unknown origin
sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Quando eu escrevo/ When I write


Quando eu escrevo eu sou somente eu. De mim para mim: meu mundo, minhas idéias e meus sentimentos. Porém quando eu divulgo o que escrevo, eu deixo de ser um ser solitário e egoísta, porque os meus sentimentos passam a ser sentimentos do mundo e são compartilhados metaforicamente pelos meus leitores.
Quando eu aconselho, elogio ou repreendo eu o faço inicialmente a mim mesma; mas os meus leitores também precisam dessas palavras tanto quanto eu. Os sentimentos humanos são os mesmos, em todo o mundo pessoas sentem aquilo que eu sinto – ou no mínimo já sentiram um dia e mesmo que nunca tivessem sentido eu, assim como todos os que escrevem, tenho o poder de provocar empatia.
When I write, I am just me. From me to me: my world, my ideas and my feelings. Nevertheless when I disclose what I write I am not a lonely and selfish being, because my feelings become world’s feelings and they’re shared metaphorically with my readers.
When I advice, praise or rebuke I do it for myself initially; but my readers also need these words like me. The human feelings are the same, in all world people feel what I feel – or at least they felt it some day and even they had never felt it I, like everyone who write, have the power to provoke empathy.

Imagem/ Picture: Springfield public Library
quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Meme, selinho

Eu recebi o selinho da Ju Lee. Muito obrigada pelo selinho, Ju! (L)


Nome: Luana
Música: Erudita, (Heavy, Black, Doom, Melodic)Metal, Rock (50's, 60's, 70's, 80's), Pop Rock, MPB, Darkwave...
Humor: Normalmente eu sou bem calma.
Cor: Lilás
Viagem: A maioria das lolitas sonham em ir para o Japão, também quero conhecer o Japão, mas o lugar que mais quero conhecer é a Inglaterra.
Seriado: OZ - Talvez seja um pouco difícil de acreditar que eu goste de um seriado sobre uma penitenciaria de segurança máxima, mas eu adoro! Aprendi a gostar com o meu namorado!
E o que eu achei do selo: curtinho, mas fofo! (L)

Algumas pessoas para indicar:

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Angels print

Hoje eu fui à loja de tecidos para ajudar a escolher um tecido para um vestido da minha madrinha e aproveitei para para comprar tecido para fazer lenços quando me deparei com este tecido com estampa de anjinhos e tive de comprar; pensei em fazer uma saia com ele, mas ainda não pensei num modelo, alguém tem uma sugestão? (No estilo lolita - Claro!) Abaixo algumas imagens do tecido.

Today I went to the fabric store for helping my godmother choose a fabric for a dress and I catch the oportunite to buy a piece of fabric to make handkerchiefs, when I saw this angels print fabric and I had to buy; I thought about make a skirt with it, but I didn't choose the pattern yet. Anyone has a suggestion? (In lolita style - sure!) Below some fabric pictures.


É tricoline!

It's tricoline! (A kind of cotton fabric)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Livro

Livro
Para quem deseja adquirir o livro "As donzelas e as sombras" de Luana Madrepérola, também autora do blog Doce Madrepérola. Clique na imagem.

Seguidores

Postagens populares

Heart it

Instagram