Sobre mim

Minha foto
Uma dama que aprecia arte em todas as suas formas. Repleta de sonhos, imaginação e poesia.

AF&LBN

AF&LBN

Marcadores

Eu recomendo:

Arquivo do blog

Facebook

sábado, 29 de outubro de 2011

Receita de amor/ Recipe of lover


Eu quero alguém que me peça para ficar quando eu disser que vou embora, que me beije quando eu disser que o odeio e que quando eu quiser me isolar ele vá até mim e apenas me abrace. Que o seu ombro esteja sempre preparado para amparar minhas lágrimas.
Quero alguém cujas mãos sejam firmes, os lábios tentadores e o abraço aconchegante. Que ele me faça perder a paciência às vezes. Que seja o tipo de paixão que me faça cometer loucuras.
Quando ele estiver longe que o seu rosto fique gravado na minha mente, que sua voz acalme as tempestades da minha alma. Que ele me incentive a sonhar e me impeça de errar.
Quero alguém que não apenas me ame, mas que tenha medo de me perder. Que o ciúme seja na medida certa – não exacerbado a ponto de me sufocar, nem tão pouco que eu me sinta insignificante em sua vida.
Que ele tenha ar de amante latino, mas sem deixar de ser o doce amor que me desperta a vontade maternal de embalá-lo em meus braços. Que ele vele o meu sono e diga que eu estou linda ao acordar. Que os seus braços sejam o ambiente mais confortável que eu possa estar. Que ele me proteja e cuide de mim.
E que em cada palavra pronunciada haja a certeza de um sonho realizado.
I want someone who asks me to stay when I want to leave away, who Kiss me when I say “I hate you” and when I want to be alone he comes and just hug me. His shoulder needs to be always done to sustain my tears.
I want someone who has strong hands, seductive lips and shelter hug. I hope he makes me loose the patience sometimes. I want the kind of passion which makes me crazy.
When he’s away I want the picture of his face craved in my mind, his voice will calm all storms of my soul down. I wish he encourages me to dream and prevent me to err.
I want someone who not only love me but have fear of loose me, who’s jealous just right – not too much that makes me feel suffocated and not too little that makes me feel worthless in his life.
I want he has a Latin lover’s way, but keeps his sweet love which makes me want to cradle him in my arms motherly. I want him watches my rest and says I’m beautiful when I wake up. His arms will be the most comfortable place that I can be. I want he protects and take care of me.
And in each single word I feel the certainty of a dream fulfilled.

Imagem/Picture: We heart it
terça-feira, 25 de outubro de 2011

Mudanças/ Changes



“O que muda na mudança
se tudo envolta é dança
no traje da esperança,
junto ao que nunca se alcança?”
“What changes in changing
if everything around is dancing
in the hope clothing
together you can never achieving?”
Carlos Drummond Andrade
São tantas mudanças! De casa, de amigos, de cidade, de rotina... Tudo muda o tempo todo em todo lugar. Às vezes achamos que estamos perdendo e às vezes que estamos encontrando nossa identidade. Seja lá o que for encontrar ou perder, há sempre algo que precisamos deixar para trás. Uma parte de nós, um pedaço da nossa vida.
Mudanças causam dor e estranheza, e às vezes um certo vazio. Ficamos tão apegados as coisas velhas, as consideramos tão amadas e temos medo de não ter nada melhor no futuro. Tudo o que vemos, tudo o que achamos que nos resta é o desconhecido. O novo é sempre estranho: um novo lugar, um novo sentimento, uma nova face refletida no espelho.
A mudança nos parece caótica, porém, assim como a Caixa de Pandora, em meio a tantas coisas desagradáveis e nebulosas há sempre a luz, a luz da esperança. Se nesse momento as mudança lhe causam espanto, concentre-se nesta luz que brilha tão singela trás dos furacões e tenha a esperança de que tudo pode ser melhor.
There are many changes! Home, friends, town, routine... Everything changes every time in everywhere. Sometimes it seems we’re losing ourselves, and sometimes it seems we’re finding our identity. Whatever it is there’s always something we’re leaving; a part of us, a piece of our life.
Changes cause pain and strangeness, and sometimes a kind of emptiness. We are so attached to old things, they’re so loved by us and we’re afraid think of we can’t get any other thing else in the future. Everything we can see, everything we think we have is the unknown. The new is always weird: a new place, a new feeling, a new face in the mirror.
Change seems chaotic, however, like the Pandora’s box, in middle of many displeasing and foggy things there’s always light, light of hope. If in this moment changes scare you, pay attention in the light which shines so mild behind the hurricanes and be hopeful because everything can be better.
Imagem/ Picture: Lefebvre
segunda-feira, 10 de outubro de 2011

O SEU SANTO NOME


Não facilite com a palavra amor.
Não a jogue no espaço, bolha de sabão.
Não se inebrie com o seu enganado som.
Não a empregue sem razão acima de toda razão (e é raro).
Não brinque, não experimente, não cometa a loucura sem remissão
de espalhar aos quatro ventos do mundo essa palavra
que toda é sigilo e nudez, perfeição e exílio na Terra.
Não a pronuncie.

Carlos Drummond Andrade

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Primavera


Chove chuva de flor
Passarinho canta amor
O sol já raiou
A vida começou
Numa manhã de amor

Nota: Poeminha "bobo", mas há tempos eu gostaria de ter postado, eu o escrevi no começo do anos passado. Prometo no fim de semana visitar os blogs e responder os comentários. Beijos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Livro

Livro
Para quem deseja adquirir o livro "As donzelas e as sombras" de Luana Madrepérola, também autora do blog Doce Madrepérola. Clique na imagem.

Seguidores

Postagens populares

Heart it

Instagram