Sobre mim

Minha foto
Uma dama que aprecia arte em todas as suas formas. Repleta de sonhos, imaginação e poesia.

AF&LBN

AF&LBN

Marcadores

Eu recomendo:

Arquivo do blog

Facebook

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Tag


Quem me indicou para esta tag foi a Laura do I just Believe. Obrigada, flor, pela indicação!!

REGRAS
Um Blog faz uma tag com perguntas e tagueia outros 10 blogs e assim um circulo, a regra é nomear blogs com o menor número de seguidores para nós criarmos um relacionamento e nos conhecermos.




E as perguntas que os indicados devem responder são:


1- Como escolheu o nome do seu blog?
Bem, o nome do blog veio do meu pseudônimo “Madrepérola”. Eu o escolhi por dois motivos. Primeiro porque para mim madrepérolas sempre lembram objetos clássicos, elegantes e antigos; como camafeus por exemplo. O segundo foi pelo significado. Madrepérolas são as conchas de onde as pérolas nascem. Como eu escrevo eu classifico que aquilo que eu faço é o que existe de mais precioso em mim, é o tesouro que eu guardo, a minha pérola. No título do blog eu quis acrescer um pouco mais de doçura ao meu pseudônimo porque o que eu sempre tento fazer é colocar mais doçura na vida das pessoas através dos meus textos.

2- Quanto tempo se dedica ao blog?
Bem, eu me esforço para postar pelo menos três vezes por semana. Quando eu viajo, por exemplo, eu deixo algumas postagens prontas, mas às vezes a correria é tanta que eu não consigo me dedicar tanto tempo.

3- Já teve algum problema com comentários de anônimos no blog? O que?
Não. Ainda bem! Já tive problemas no formspring, mas no blog não.

4- Pretende mudar algo no blog em 2013?
Eu vivo mudando tudo na mnha vida, então é possível que eu mude alguma coisa no layout ou que crie uma nova seção. Talvez eu retome alguma seção abandonada também.

5- Já ficou sem inspiração para postar? Como superou isso?
Às vezes eu fico sim. O que eu tento fazer quando isso acontece é não me deixar abater pelo desânimo e buscar alguma inspiração em filmes, músicas, decoração... Qualquer coisa que possa agradar às minhas leitoras.

6- O que gosta de fazer quando não está no computador?
Quando não estou no computador (e tenho tempo livre) eu gosto de ler, fazer trabalhos manuais e especialmente ficar com meu namorado, minha família e meus amigos.

7- Quantos livros lê por mês?
Bem, por ano eu tenho que ler pelo menos 10 livros de Literatura na faculdade, fora esses eu tento ler pelo menos um livro por mês por mês, fora da obrigação da curso, mas o que não quer dizer que eu não tenha prazer em ler os livros do meu curso.

8- Quantos blogs visita por dia?
Tento visitar todos os que estão atualizados.

9- Qual blog visita todos os dias?
Bem, não há um blog que eu visite todos os dias, mas eu visito com mais frequência, bem, eu sigo o que eu escrevi na pergunta a cima, eu vejo as atualizações e visito.

10- Quanto tempo está na blogosfera?
Desde Março de 2010. Vamos fazer o nosso 3º Aniversário este ano!

11- Você se inspira em outro blog? Qual?
Quando eu montei o meu blog minhas principais inspirações eram o (falecido) Princess Portal (muitas lágrimas por ele não existir mais) e os textos do Novala. No início o meu blog era muito mais voltado a dicas de lifestyle, eu ainda dedico o meu blog ao lifestyle, mas agora de uma maneira diferente, principalmente levando magia às minhas leitoras por meio dos meus contos e crônicas.

Eu realmente adorei essa tag e gostaria que todos os blogs que eu sigo respondessem, mas como eu só posso indicar dez deles, vamos lá.









terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Corça





Certo dia um caçador estava em meio à floresta armado e pronto para atacar sua presa, como era de costume. Uma fera selvagem à espreita. Viu uma corça delicada e graciosa caminhando sobre a relva, e ela usava uma grinalda de flores. Deitou-se tão suave e languida, como uma donzela que seria deflorada em suas núpcias. Depois de algum tempo ela levantou-se como doçura e seguiu em direção ao lago.
            - Que engraçado! – disse o caçador a si mesmo. – Parece até mesmo um animalzinho de estimação de uma menina. Uma corça domesticada.
            O caçador a seguiu e às margens do lago a corça se transformou numa moça. O cabelo era longo, ondulado e da mesma cor do pelo da corça. O corpo era rosado e delicado, estava nua e a mesma grinalda ornava sua cabeça. Ela entrou no lago e se banhou como se aquela ação fosse a mais bela obra de arte.
            Terminou seu banho e se deitou na relva a repousar. O sol cintilava nos seus seios nus. O caçador se mantinha atrás de um arbusto e como se em determinado momento ela notasse sua presença, levantou-se delicadamente e caminhou até ele, estendeu as mãos e os olhos delicados de corça lhe pediram as armas. Ele estava entorpecido e não podia negar.
            Com as mãos delicadas ela triturou as armas como se fossem folhas secas. Depois se virou e seguiu por um caminho. Ele não quis vê-la partir, mas uma parte do seu coração quis olhá-la uma última vez e ele levantou os olhos em sua direção. Ela tinha se tornado corça novamente e também lhe lançou um último olhar. E ele nunca mais caçou. 


Imagens: We heart it

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Meme: Como você encontrou Lolita


Bem, quem me indicou para o Meme foi a Ichigo! E eu sei que eu demorei bastante para responder. Pardon!
Eu quero também agradecê-la por me indicar! Obrigada, flor! Eu adorei!!

Regrinhas:

- Conte para nós como você conheceu a moda Lolita. Se possível a primeira imagem que você encontrou/ do dia que viu alguém usando, etc;
- Só faça se te indicarem para fazer;
- Diga quem te indicou; 
- Repasse para mais três lolitas.


Essa não foi a primeira imagem que eu vi, mas representa o que eu vi nas primeiras imagens que me fizeram ter contato com lolita pela primeira vez.

Bem, eu conheci o estilo Lolita no Orkut, em 2005. Encontrei por acaso uma comunidade e fiquei lendo os tópicos. Depois pesquisei um pouco mais na internet e fiquei participando da comunidade para entender melhor. A primeira foto que eu vi do estilo foi da Kazi (acho que eu nunca tive oportunidade de dizer isso a ela) e eu achei o estilo incrível. Eu a achei muito bonitinha, ela se vestia como uma boneca e eu pensei “Eu quero me vestir assim!”.
Quanto mais fotos eu via mais eu me apaixonava pelo estilo.
O primeiro sub-estilo pelo qual eu me interessei foi o Gothic. Acho que isso aconteceu principalmente porque eu gostava muito dos visual Gótico. Eu era meio trevosinha e eu tinha o cabelo roxo na época. Sei que para algumas pessoas vai ser bem difícil de imaginar isso. 
Com o tempo eu fui ficando cada vez menos trevosa na minha maneira de vestir, mas ainda gosto bastante de Darkwave, Metal e Rock. Outro fato que às vezes surpreende as pessoas!

Eu indico:

Nereida (tá, ela não é mais Lolita, mas já foi.);

Eu também recebi um selinho da Ichigo e embora a regra seja indicar 5 blogs eu vou indicar os três a cima.







sábado, 26 de janeiro de 2013

Semana 22 - Na minha geladeira tem que ter:

Eu tive uma semana um pouco tumultuada, mas pretendo posteriormente responder aos comentários e visitar os blogs que costumo visitar sempre.

Bom, o tema do Top 5 dessa semana (que eu estou postando no último dia dessa semana) é "Na minha geladeira tem que ter".


1 - Frutas
2 - Iogurte
3 - Suco
4 - Algum doce (para os dias de TPM)
5 - Leite

Imagem: We heart it
quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Caixinha de Ferramentas

Pintura tem sido o meu novo hobby. Eu coloco cor em tudo agora. E esse foi um dos trabalhos que eu fiz. Peguei uma caixinha de ferramenta sem-graça que estava abandonada num canto e servia de porta-treco e decidi colocar mais vida e alegria nela e usar para guardar minhas coisinhas de artesanato. O meu namorado me ajudou no processo, fazendo os riscos do desenho e eu pintei.



Então o que acharam?

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Nuances


“Como é possível que o gelo queime?” – ela sempre se perguntava.
Considerava frios os olhos claros, mas aqueles em especial a deixavam em brasas. O som que deveria ser áspero era suave ao seu ouvido e a desmontava em mil pedaços, estraçalhava como vidro.
Tudo ao redor era vidro. Era possível ver através, mas havia uma barreira e atravessá-la significaria machucar-se.
Os olhos dela eram quentes, acolhedores e da cor de café; enquanto os dele eram como estilhaços de vidro, cristais de gelo ou qualquer coisa bela e cortante. Sabiam que não eram feitos um para o outro, mas estar juntos por alguns momentos bastaria... Ou talvez não, mas era o que lhes restava.
Era uma estrada bifurcada, cada um seguiria um caminho distinto e nunca mais se veriam. Ambos sabiam, mas como era possível que o gelo queimasse? Os olhos de gelo a deixavam em brasas, ela não queria deixá-los. Precisava ir, queria ficar... Deixou relíquias para ele. Um pedaço do vestido preso no arame farpado, uma gota de sangue num caco de vidro, uma marca de batom no espelho...
E ele atou um laço invisível que a prendeu... Sem prender.
Ele não sabia o quanto doía. Era como uma ferida aberta que a fazia desmanchar-se como vidro.
Como é possível que o gelo queime e destrua como fogo?

Imagem: We heart it

            
segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Diário da Madrepérola – De volta às aulas, mas...


Querido Diário,

Hoje foi o primeiro dia de aula desse ano. É tão estranho começar o ano, mas não o ano letivo! Isso me desanima. Eu esperava que em 2013 eu concluísse o meu curso, ficamos uma parte significativa de 2012 em greve e agora estamos sob a ameaça de greve. Eu não tenho outra opção se não persistir, afinal eu preciso concluir minha graduação. Todo mundo parece desanimado, é como se tudo isso tivesse sugado as energias.
Para me animar eu decidi que não queria ficar com o meu caderno surrado do ano passado e comprei materiais escolares bonitinhos para me ajudar a sentir mais animada. Afinal, minha dica sempre foi tentar colocar um pouco de magia e doçura em tudo.


sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Semana 21 – Meus piores defeitos

O top 5 dessa semana foi difícil de responder. Eu não gosto do conceito de qualidade e defeito. Acho que as pessoas têm características que podem ser boas ou ruins dependendo da situação. Bem, e quando é para falar dos próprios defeitos isso é bem complicado. Entre os que eu escolhi alguns são coisas que eu realmente sei que eu tenho e preciso mudar e outras são coisas que as pessoas reclamam em mim. 





1 – Indecisão – A verdade é que eu quero todas as opções e é terrível não poder tê-las!! Eu escolho uma coisa e de repente penso que a outra seria melhor, mas se eu escolhesse a outra iria querer essa...

2 – Tendência ao tédio - eu tenho uma facilidade enorme de me sentir entediada por isso eu sinto necessidade de mudar sempre e fazer mil coisas ao mesmo tempo. E às vezes eu fico empolgada para fazer alguma coisa e depois me entedio e desisto.

3 - Humor instável – Eu estou super-eufórica e de repente fico pra baixo, ou o oposto. Às vezes estou calma e fico impaciente do nada... Tento controlar isso, mas é difícil para mim.

4 – Desorganização – Eu juro que eu me esforço para ser organizada, mas não consigo. Eu me planejo de ser totalmente regrada e organizada e me policio os primeiros dias. Depois eu fico com vontade de chutar tudo e desisto. Eu não sei mais o que eu faço para mudar isso.

5 – Exagero – Às vezes eu exagero! Exagero no que é bom e no que é ruim. E com certa frequência faço tempestade num copo d’água.

Imagem: We heart it




quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Meme Literário

Bem, eu adorei este meme e ele veio a calhar porque ei estava pensando realmente em fazer um post para recomendar dois livros que eu acabei de ler. E quem me indicou a para esse meme foi a minha querida Nereida.




1 – Qual livro você indicaria para uma pessoa começar a ler?
Bem, os dois livros que eu acabei de ler são “O médico e o monstro e outras histórias” de Robert Louis Stevenson e “A little princess” de Frances Hodgson Burnett.






O médico e o monstro é uma história fantástica e eu tinha muita vontade de ler. Gosto de ler esses clássicos. O médico e monstro nos mostra como os seres humanos são ambíguos. Nunca são somente bons ou somente maus. Na verdade é como se fossemos duas pessoas diferentes, ou mais de duas. Eu separei um trecho que descreve bem isso.

“Eu não era menos eu mesmo quando punha de lado as restrições e mergulhava em vergonha, que quando trabalhava, à luz do dia, para adquirir mais conhecimentos ou aliviar o desgosto e o sofrimento. E aconteceu que a direção de meus estudos científicos que levavam inteiramente ao místico e ao transcendental, reagiu lançando forte luz sobre a consciência de uma guerra permanente entre os meus membros. A cada dia, e de ambos os lados da minha inteligência, a moral e a intelectual, fui, assim me aproximando mais daquela verdade, por meio de cujo descobrimento parcial me vi condenado a tal naufrágio: que o homem não é verdadeiramente um, mas verdadeiramente dois. Disse dois, porque o estado de meu próprio conhecimento não vai além desse ponto.”

Nessa edição em especial há dois contos do mesmo autor que são “O diabrete da garrafa” e “Markheim”. O primeiro me agradou mais, porém o outro é igualmente bom.



Eu li o livro em inglês, mas quem desejar lê-lo em português o título é “A princesinha” uma história adorável sobre uma garotinha doce e como ela lidou com um grande problema na sua vida utilizando muito bem as suas virtudes. Ela sempre acreditou que fosse uma princesa e por isso precisava agir como tal. Ela era uma garotinha rica e fora estudar num colégio interno na Inglaterra, mas seu pai morrera repentinamente e por um golpe do destino ela ficara sem nenhum dinheiro. Agora precisaria trabalhar para que pudesse se sustentar e sofreria nas mãos da Terrível Srta Minchin. O desenrolar da história é surpreendente!

Vou traduzir um trechinho de uma introdução à história:

“Ralph Crewe morava na Índia como sua filha Sara. Ele era um homem rico, e quando trouxe Sara para a escola da Srta. Minchin ela ficou muito satisfeita. Ela gostava de meninas que tinham pais ricos, porque era bom para a escola. Sr. Crewe amava muito Sara e ele comprava muitos vestidos bonitos, livros e bonecas. Srta. Minchin sorria, mas ela dizia à sua irmã “Sara parece uma princesinha, não uma estudante!”.
Mr. Crewe voltou ao seu trabalho na India e Sara iniciou sua vida na escola. Ela era uma garota adorável e simpática. Todo mundo gostava dela e ela logo fez muitos amigos. Mas quando se é rico todo mundo é seu amigo. No décimo primeiro aniversário de Sara chegou uma terrível notícia da India. A pobre Sara estava infeliz e soube rapidamente quem eram seus verdadeiros amigos.”

Agora é a hora de anunciar as indicadas ao meme:

Eu indico: Lola, Ichigo e Laura.





terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Cartoon Closets - Os looks que eu usaria

 Eu conheci o Cartoon Closets por meio do Blog da Amy e achei simples o máximo! São propostas de outfits inspirados em personagens de desenhos. Achei muito divertido e alguns outfits eu realmente usaria. Pensei em tomar alguns deles como inspirações para montar futuros outfits.


Apesar de azul ser a cor que menos gosto, a escolha do modelo dos vestidos me encantou bastante, é difícil escolher um favorito entre  dois. O primeiro é um modelo que tenho bastante no meu guarda-roupa e o segundo é elegante e esplêndido!!!


Suaves, leves, delicados.. Ideais para dias quentes!! Adorei essa sapatilha dourada que imita uma sapatilha de balé


A Marie é realmente adorável! E acho que ela está muito bem representada nesse look!!


Lindo e delicado! Os sapatos e a bolsa brilhosos completaram a magia da Terra do Nunca!!!


É claro que a Alice não poderia faltar, né?



Esse é simplesmente adorável!!!


Essa coroa de flores é a minha cara! Eu quero!! Só diminuiria o salto.






A sininho é uma das personagens que eu adoro! Os vestidos estão realmente adoráveis, mas eu escolheria o segundo porque eu não uso tomara-que-caia e o segundo sapato está mais bonito.

E então... Você usaria???


sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Semana 20 – Fico de mau-humor quando...




1 – Não posso dormir o suficiente – Quem me conhece sabe o quanto o sono é importante pra mim. Quando eu estou realmente com sono eu simplesmente apago. Eu sinto muito sono e já dormi falando ao telefone, no cinema, no carro a caminho de casa (no banco do carona – lógico)... E se eu não consigo dormir o suficiente eu fico muito mal-humorada.

2 – Zombam de coisas que são especiais para mim – Eu fecho a cara na hora ou simplesmente me calo. Como eu sou sempre muito falante todo mundo sabe que quando eu fico calada é porque algo está errado.

3 – Me “emprestam” para fazer favores a outras pessoas – É a típica situação de fazer cortesia com o chapéu alheio, no caso o meu chapéu. Acho que não custa nada chegar até mim e perguntarem “Luana, você poderia fazer isso por tal pessoa?”, mas eu simplesmente odeio que sem me consultar alguém diga em alto e bom tom “A Luana pode fazer isso para você.”.

4 – Esquecem as regras básicas de educação – Ninguém vai morrer se disser “Por favor” e “Obrigado” ou se pedir desculpas quando esbarrar em outra pessoa. Então por que é tão difícil ser educado?

5 – Tenho de fazer algo contra minha vontade – eu NÃO sou do tipo de pessoas que faz  pirraça quando tem de fazer algo que é realmente necessário, mas eu odeio fazer coisas contra a minha vontade, e geralmente não quero fazê-las porque as acho desnecessário ou que vão contra o que eu acredito.
quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

O Vento




Uma donzela se apaixonou pelo vento. Escreveu-lhe um poema e nunca entregou. Ela poderia se apaixonar por outro rapaz ou mesmo por outro elemento da natureza. Se tivesse sido a terra para lhe dar segurança, o fogo para aquecê-la ou a água que fosse possível aprisionar num jarro... Mas ela quis o vento. O vento que não traz segurança, não lhe pertencer e impossível de ser torna prisioneiro de qualquer que fosse a paixão.
            Ele andava por todos os lugares e roçava nos cabelos de outras moças e ela nem se importava. Não queria saber onde ele estivera, não cobrava as promessas feitas, não perguntava por que ele tinha se atrasado ou chegado mais cedo; apenas queria que ele estivesse ali. Cada folha seca trazida por ele era um tesouro valioso. Ela amava o vento por não tê-lo. Seu amor consistia em dar liberdade e era sublime por si só. 

Nota: Fazia tempo que eu não postava algum conto aqui. Este eu escrevi há uns meses atrás e essa semana decidi que seria interessante compartilhá-lo aqui no blog. Espero que tenham gostado.

Imagem: Yee Von Chan

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Detona Ralph

Postagem um pouco atrasada, mas está valendo ainda.

Bem, eu assisti ao filme Detona Ralph duas vezes. A primeira com o Ed e a segunda para acompanhar as minhas priminhas no cinema.


O tema do filme tem um quê de nerdice (o que eu adoro) e é bonitinho e doce. Segundo o Ed teria sido melhor se não fosse Disney, porque a Disney sempre consegue açucarar demais na opinião dele; mas eu terminei de assistir o filme com aquele sentimento de "Owmmmm... (*,*)". Achei o filme adorável!!!
A história é sobre um vilão de um jogo de fliperama que decidi que quer ter uma vida diferente. Ele não se sente valorizado e acha que tem uma função muito pequena. Ele pensa que tudo será diferente se ele for um herói e ganhar uma medalha. 

Um breve Trailer:



A personagem que eu mais gostei foi a Vanellope. Ela é travessa, doce, alegre e sonhadora!! Uma típica personagem da Disney, do tipo que me encanta tremendamente. Ela é uma personagem do jogo Corrida Doce vai estar ao lado do Ralph na maior parte dessa aventura. Aposto que todo mundo que assistir ao filme também vai se apaixonar por ela.



segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Kobo (review) + O Jardim Secreto



Eu disse há uns anos atrás que não cederia à "invasão" da tecnologia nos livros e que preferia o livro de papel, mas eu nunca tinha tido contato com um e-reader. Bem, eu adoro ler e isso não é nenhuma novidade. No último natal o Ed me entregou o meu presente, Eeu vi aquele pacote de presente retangular com papel de presente da Livraria Cultura e fiquei super-empolgada porque eu adoro ganhar livros, mas foi mais do que isso. Meu namorado me deu um Kobo (e-reader) de presente e eu simplesmente adorei!!!
Não é cansativo para ler como eu imaginava diante da experiência de ler no computador. Não há aquela luz intensa que incomoda no monitor do PC e não é como a tela do celular que não nos permite enxergar nada sob a luz do sol. Eu acabei gostando mais de ler no Kobo do que ler um livro tradicional de papel.


As principais vantagens que eu observei:

- É leve (221 g);
- Tem capacidade para 1.000 ebooks (30.000 se inserir um cartão de memória);
- Menos peso e volume na mochila quando eu precisar levar livros para a universidade;
- E-books são mais baratos do que livros impressos;
- É da minha cor favorita (Rs...) - Sim, na parte de trás ele é lilás!!;
- A bateria dura bastante;
- "Economiza" o meio ambiente. (Pensando que árvores não precisarão ser cortadas para que eu possa ler um livro);
- É possível conectar à internet para algumas funções (como postar uma citação do livro no facebook por exemplo);
- É possível destacar trechos do livro e fazer anotações.
- Há um dicionário em que você pode pesquisar o significado ou a tradução das palavras.




Quando o Ed me deu o Kobo, ele me deu também três e-books:

- O Jardim Secreto
- O Médico e o Monstro
- A Little Princess

O primeiro que eu li foi O Jardim Secreto.


Eu já havia assistido o filme várias vezes e é já achava uma gracinha! Era adorável ver como um jardim transformava a vida de uma garotinha mimada e rabugenta, porque eu sempre achei que a natureza pode fazer milagres. Lendo o livro eu pude compreender bem melhor a história. Tive muita dó da Mary no começo da história porque a mãe simplesmente a desprezava e ela era cuidada por aias indianas, que lhe faziam todos os caprichos. Foi incrível ler sobre essa garotinha se transformando e transformando tudo ao seu redor tomada pelo encanto de um jardim secreto; e como da mesma forma ela ajudou seu primo Colin. A história é linda, mágica, encantadora... E me deixou em êxtase ao terminar de ler!

Separei dois trechos do livro que gostei bastante e que eu acho que definem bem, não apenas o lugar, mas toda a essência da história:

"(...)eu olho para as árvores lá no alto do céu e tenho um estranho sentimento, como se algo estivesse impulsionando e me chamando dentro de meu peito, me fazendo respirar mais rápido. A mágica está sempre impulsionando, chamando e criando coisas do nada."

"Você aprende coisas ao repeti-las várias e várias vezes e ao pensar nelas até que fiquem presas em sua mente para sempre. Portanto acontecerá o mesmo com a mágica. Se vocês continuarem a chamá-la até que ela chegue a vocês, ficará e fará coisas"

Enfim, se você gosta de histórias encantadoras certamente gostará de "O Jardim Secreto".






sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Semana 19 – Meus seriados favoritos...


A primeira semana de 2013 dentro do desafio. Embora eu não seja uma fanática por series eu curti bastante a temática dessa semana



1 – Oz – Não é O mágico de Oz, e algumas pessoas acham surpreendente que eu goste desse seriado que não tem nada de gracioso ou doce. A história se passa numa penitenciária de segurança máxima e o enredo é realmente muito bom. Apesar de ser bem violento gosto de acompanhar a história de vida de cada personagem, em especial os irmãos O’Reily. Eu não assisti todas as temporadas ainda, mas fico ansiosa para ver o desenrolar da história, em especial o “romance” entre o Ryan O’Reily e a Dr
ª. Nathan.

2 – Grimm – Adorei a proposta de dar uma outra “versão” as contos de fada, uma versão mais assustadora! Quem me apresentou esse seriado foi o Ed, quando a gente começou a namorar!

3 – The Big Bang Theory – Outro seriado que eu comecei assistir por conta do Ed, e adorei!!

4 – Os Simpsons – Tem como não amar os simpsons? Love them!!!

5 – Todo mundo odeia o Cris – Eu me divirto muito assistindo o Cris. Ele tem uma forma de transformar a tragédia em humor, e é como acontece na vida, depois que passa a gente ri. Minha personagem favorita é a Rochelle – pobre e soberba.

Imagem: We heart it
quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Daily Outfit - Reveillon 2013

Eu havia postado aqui parte do meu outfit de reveillon. E agora vou postar uma foto minha com ele. (Tá, eu não me gostei na foto, mas tudo bem).

Eu passei o reveillon na casa do Ed e foi o melhor reveillon de todos!!!

Rundown:

Vestido : Costueira
Sandálias e bolsa: Melissa
Colar e presilha de cabelo (que você não vê na foto) : Presentes da Charlotte.
Anel: Comprado na 25 de Março. (Não tem foto na PG)

E por falar em Reveillon eu sei que eu havia dito que não faria uma lista de promessas, mas lendo o blog da Nereida acabei me inspirand e fiz uma lista de metas para 2013.


- Aprender a andar de bicicleta (É... eu ainda não sei, mas decidi que quero aprender).

- Escrever 100 páginas do meu livro até o a meu aniversário (Vamos ver se algum dia eu consigo publicá-lo)

- Pegar aulas de direção na autoescola até que eu me sinta segura para dirigir sozinha, e passar a dirigir com frequência. (Eu tirei carteira de motorista e alguns meses depois fiquei impossibilitada de dirigir porque estava doente, fiquei muito tempo em tratamento e perdi a prática, renovei a carteira, mas agora preciso pegar umas aulas para me sentir segura novamente para dirigir)

- Diminuir significativamente o consumo de açúcar, refrigerante e frituras.

- Me exercitar com mais frequência.

- Estudar mais sobre idiomas (em especial francês e espanhol).

- Ler pelo menos um livro por mês (além dos pedidos pela universidade, que não são poucos).

- Fazer piquenique com o Ed. (Estamos pensando nisso desde antes de começar a namorar)

- Ser mais Lifestyler. (Para acrescentar um pouco mais de doçura à minha vida).

- Sortear um presente para as leitoras do blog, no 3º aniversário do nosso cantinho.

Conforme eu for realizando essas metas eu posto aqui e no fim do ano eu faço uma retrospectiva disso.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Livro

Livro
Para quem deseja adquirir o livro "As donzelas e as sombras" de Luana Madrepérola, também autora do blog Doce Madrepérola. Clique na imagem.

Seguidores

Postagens populares

Heart it

Instagram