Sobre mim

Minha foto
Uma dama que aprecia arte em todas as suas formas. Repleta de sonhos, imaginação e poesia.

AF&LBN

AF&LBN

Marcadores

Eu recomendo:

Arquivo do blog

Facebook

sábado, 27 de julho de 2013

Semana 46: Parece que todo mundo sabe, menos eu:

Peço que me perdoem a falta de tempo e a minha ausência de visitas nos blogs, as coisas estão agitadas e estressantes por aqui. Eu estou no último ano da faculdade e estou sem muito tempo livre. Passei rapidinho apenas para postar o desafio da semana, que a propósito está bem atrasado.



1 – Fazer as próprias unhas – eu tenho habilidades para trabalhos manuais. Consigo pintar, fazer crochê, costurar algumas peças básicas; mas sou um desastre fazendo minhas próprias unhas.

2 – Andar de bicicleta – Já disse isso.

3 – Dirigir sem medo – Tirei minha habilitação há algum tempo e morro de medo de dirigir. Preciso superar isso urgente.

4 – Algum esporte – sou péssima em esportes, enquanto a maioria das pessoas ao meu redor sabem pelo pegar uma bola.

5 – Cantar no tom – sou tão boa cantando quanto dançando, ou seja, um desastre completo!


quarta-feira, 17 de julho de 2013

Uma Primavera

Quando os primeiros raios de luz da manhã invadiram o quarto através das cortinas, caia também uma chuvinha fina e as pétalas das árvores vinham ao chão como se elas chovessem junto; numa aquarela amarela, vermelha, rosa e roxa que ia tingindo o chão da relva verde. Outras florezinhas também brotavam em meio a grama e as pétalas chovidas. E nessa cena um passarinho se empoleirou na janela do quarto e cantou para acordar a donzela. Quis despir o vidro da janela da cortina de gaze para poder vê-la em seu sono de princesa.
            Viu-a sua silhueta se movendo numa imagem atrás da cortina, se espreguiçando graciosamente. Enquanto isso ele imagina um vestido suave cobrindo sua pele macia e delicada. Ela cantou uma melodia matinal tão agradável aos ouvidos que o passarinho pensou que ela tivesse respondido ao seu gorjeio e desejou se tornar humano. Quis adormecer no seu colo de seda, pela manhã despertá-la com um beijo, se aquecer no manto do seu cabelo. E se por um breve momento pudesse saborear esses prazeres sua vida inteira teria valido a pena.
            Via uma imagem embaçada da donzela que fazia sua toalete e escolhia um vestido. Quando finalmente estava pronta abriu a janela e as cortinas e se apresentou como um espetáculo ao pobre passarinho. O vestido rosado lhe ornava muito elegantemente a pele, o cabelo cascateava pelas costas, os braços eram como hastes de marfim emoldurando o corpo e seu sorriso... Era um sorriso radiante que fazia o sol perder o brilho. E um par de olhos preciosos como a joia mais rara.
            Ela esperava por ele para que pudessem celebrar a primavera juntos, mas ele não teve coragem. Ela parecia estar muito a cima dele, como uma deusa suprema que nenhum mortal é digno de tocar. Ele voou pra longe no momento que a viu. Ela desfez o sorriso e se trancou no quarto por dias, chorou por um tempo, mas na primavera seguinte se casou. O passarinho nunca mais foi feliz e se lamentando pela maneira estúpida com que agira se deixou ser devorado por um predador.

            Muitas vezes tudo o que se precisa para concretizar a felicidade é de um pouco de coragem.
sexta-feira, 12 de julho de 2013

Semana 45: Lembra a minha adolescência:



1 - Álvares de Azevedo

"Perdoa-me, visão dos meus amores
Se a ti ergui meus olhos suspirando!...
Se eu pensava num beijo desmaiando
Gozar contigo uma estação de flores!(...)

Eu lia os poemas de Álvares de Azevedo constantemente durante a minha adolescência e hoje sempre que os leio, ou vejo alguém declamando, remeto logo a essa época.

2 - All Star - Tá, esse item lembra adolescência num geral. Eu usei bastante.

3 - Fotolog - eu vivi essa época. Ninguém mais usa, eu sei. O engraçado é que eu tive fotolog, mas sempre quis um blog onde fosse possível expor meus textos, meus pensamentos que me eram mais preciosos que fotos minhas. E, olha só, hoje eu tenho um blog.

4 - Tereré no fim da tarde - Tereré é uma bebida bem popular em Mato Grosso. É bem parecida com o chimarrão, no entanto é gelado e se coloca água ou suco de limão com a erva. Na época do colegial meus amigos e eu tínhamos por hábito tomar tereré depois da aula (eu estudava a tarde), quando eu terminei o ensino médio isso se tornou bem menos frequente.

5 - Esoterismo - A adolescência é sempre uma fase de dúvidas e descobertas, e parte dessas dúvidas e descobertas da minha adolescência se relacionou às minhas crenças. Eu me interessava muito por esoterismo nessa época. Aprendi a ler tarô, li vários livros sobre magia e cheguei a escrever uma coluna para um jornal falando sobre esses temas que tanto me despertavam interesse (foi meu primeiro emprego). Hoje eu sou agnóstica.

Eu tenho um CD com algumas poucas fotos da minha adolescência (que sobreviveram a um vírus que deu no meu antigo computador), mas eu não o achei agora. Vou ficar devendo a foto em que eu estava de cabelo vermelho. Assim que eu encontrar eu posto, prometo.

Imagem: We heart it
terça-feira, 9 de julho de 2013

Headband de Crochet

Em primeiro lugar, eu entendo que o meu blog anda meio abandonado, eu ando bem sem tempo. Eu estou fazendo a minha monografia, estou com uma pilha de livros para ler, tenho a Tutoria... E em breve o meu estágio começará, mas eu tentarei continuar blogando com uma certa frequência.

Hoje eu decidi tirar um tempinho para fazer algo que me dá prazer, relaxar um pouco e optei por trabalhos manuais.

No ano passado, quando eu estava escolhendo o meu outfit para o Meeting Nacional,eu vi esse headband no Livejournal e me apaixonei!! 

No entanto acabei escolhendo outro acessório de cabelo, mas deixei a foto guardadinha como um desejo de aquisição.

Hoje eu decidi fazer um headband inspirado nesse da foto.








Utilizei um velho arco de cabelo, crochet, cola quente e pérolas.

Gostaram do resultado?

Pensei em usar tanto em outfits Mori quanto em Lolita.






quarta-feira, 3 de julho de 2013

Semana 44: Meus vilões preferidos são:

O desafio está atrasado, eu sei. Pardon!

Foi difícil para mim escolher porque eu não sou do tipo que venera os vilões, mas claro que sempre há vilões que são totalmente amáveis! Alguns eu amo pelo jeito extravagante e estiloso. Aliás, num geral, adoro pessoas excêntricas.



Mas vamos lá...

Os escolhidos são:

1 – Emma Bovary (Madame Bovary)


(Imagem do filme retirado do We heart it)


“Quando ia confessar-se, inventava pecadinhos, para se demorar mais tempo de joelhos, na sombra, com as mãos postas e o rosto colado ao confessionário, ouvindo o cochichar do padre. As comparações de noivo, de esposo, de amante celeste e de consórcio eterno, que constantemente aparecem nos sermões, suscitavam-lhe no íntimo da alma inesperadas doçuras.” (Madame Bovary de Gustave Flaubert)

A protagonista do livro Madame Bovary possui um comportamento totalmente reprovável do ponto de vista da moral. Ela é adúltera, manipuladora e tem desprezo pelo marido e a filha. Eu não sei se pelo fato de ela estar envolta em véus românticos de suas próprias fantasias ou se pela sua força em lutar contra sua realidade, mas eu a considero uma das personagens “mau-caráter” mais adoráveis!

2 – Coringa (Batman) – Quem não ama o Coringa? Aliás, convenhamos que os vilões do Batman são os melhores, mas entre eles o melhor de todos é o Coringa.




3 – Princess Kraehe (Princess Tutu)– Como eu poderia deixar de fora a vilã do meu anime favorito? Não dá pra odiá-la, além do mais nos últimos capítulos da história você começa a se compadecer dela e acaba criando uma enorme afeição.



4 – Cruela De Vil (101 Dálmatas) – Tá, ela é malvada e quer matar os pobre cachorrinhos... Mas ela é muito estilosa e espalhafatosa! Ela é totalmente amável apesar do seu péssimo caráter! 




5 – Úrsula (A pequena sereia) – Outra vilã estilosíssima e espalhafatosa. Além de ser uma gordinha muito sexy!!



segunda-feira, 1 de julho de 2013

Árduo



Amar às vezes é uma atividade complicada! Havia uma princesa linda e delicada que estava noiva de um príncipe muito apaixonado. A questão é que algumas donzelas não apreciam excessos de romantismo e quando surge uma paixão açucarada em suas vidas elas logo correm para os braços de uma aventura perigosa. E foi assim que aconteceu.
Os seus pais, o rei e a rainha tinham certeza de ter escolhido o noivo certo. Príncipe de um reino com quem tinham boas relações, sobre de sangue e espírito, e tão belo que arrancava suspiros das mocinhas por onde quer que passasse. Sua postura era impecável e havia nobreza em cada gesto seu; mas não era o suficiente para aquela princesa se apaixonar. Ela queria algo que a tirasse da monotonia do seu castelo e fugiu com o primeiro ogro que passou.

O príncipe, muito corajoso, fora com a espada em punho disposto a lutar bravamente contra o monstro pelo seu amor. Porém assim quem ele ameaçou a fera a princesa colocou-se à frente e disse “Vai-te embora! Estou feliz assim e é com ele que eu desejo ficar!”. O que mais se podia fazer? Amar às vezes é uma atividade complicada!

Nota: Não cumpri o desafio da última semana e não estou tendo muito tempo livre para postar. Peço que me desculpem. Assim que possível responderei a todos os comentários.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Livro

Livro
Para quem deseja adquirir o livro "As donzelas e as sombras" de Luana Madrepérola, também autora do blog Doce Madrepérola. Clique na imagem.

Seguidores

Postagens populares

Heart it

Instagram