Sobre mim

Minha foto
Uma dama que aprecia arte em todas as suas formas. Repleta de sonhos, imaginação e poesia.

AF&LBN

AF&LBN

Marcadores

Eu recomendo:

Arquivo do blog

Facebook

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Querido Diário/Dear Diary


Sentar-se diariamente à sua escrivaninha, abrir o seu lindo diário com capa florida, pegar sua caneta tinteiro e iniciar o registro com a data escrita por extenso, então abaixo disso o tradicional “Querido Diário”, em seguida a escrita flui poeticamente narrando os acontecimentos daquele dia. Essa é uma cena clássica das heroínas românticas de histórias apaixonadas ou de uma Lolita que segue religiosamente o estilo de vida correspondente às suas roupas.
Confesso que tentei por algum tempo manter um diário. Durante a infância e parte da adolescência isso parecia mais fácil. Era o local que eu tinha para me confessar, me abrir... Com o tempo isso foi se tornando desinteressante. Eu não sou uma pessoa muito disciplinada e tenho uma tendência enorme de ficar entediada. Abandonei o diário, tentei também criar uma sensação de diário no blog, claro que bem menos pessoal, mas isso não funcionou, como eu acabei de dizer, não sou uma pessoa disciplinada.
Entretanto eu sentia essa necessidade de escrever coisas pessoais, um diário no qual eu pudesse colocar meus sonhos, planos, sentimentos, desejos... Então decidi criar meu Livro de Inspirações, que eu já falei aqui sobre ele, e esse acabou sendo uma espécie de diário para mim, onde eu coloco tudo o que me deixa feliz e que me faça, que me faça sonhar ou que sirva para transbordar minha criatividade. Essa foi a minha forma de manter um diário.
Esses dias li um artigo sobre diários e acabei descobrindo certas verdades sobre esse hábito ou hobby que algumas pessoas mantêm. Há muitas formas de fazê-lo, não precisamos necessariamente seguir esse modelo tão tradicional. Há também diversos tipos de diários. Vou fazer uma postagem sobre os tipos de diários posteriormente.
Sit at your desk daily, open your beautiful flowery covered journal, hold your fountain pen and begin na entry writing the date and so the traditional “Dear Diary”, then your writing flows poetically, telling what happened during your day. This is a classic scene of a romantic lady in a passionate story or a lifestyler Lolita.
I admit tried to keep a diary for a while. During my childhood and teenage it sounds easier. My diary was where I could confess and open my heart. After a time it turned boring. I’m not a disciplined person and I tend to boredom. I abandon my diary, I tried to create a section in this blog named “Diary”, but I didn’t work. I told you I’m not disciplined.
However I missed a diary too write about me; tell my dreams, plans, feelings, desires.. So I decided to create my Inspiration Book, I had told about it before, it’s a kind of diary for me. I put on it everything that makes me happy, makes me dream or express my creativity. This is the way I’m keeping a diary now.

Last days I read an article about diaries and discovered things that I should know about this habit or hobby. There are too many ways to keep a diary and also too many kinds of diaries. I’ll write a post after telling you the different diaries I discovered.



SOBRE DIÁRIOS/ABOUT DIARIES

1) Por que manter um diário?/ Why to keep a diary?
A menos que você tenha a obrigação de fazê-lo; com por exemplo, um diário de saúde ou um diário relatando as atividades do seu trabalho; eu defendo a ideia de que manter um diário deve ser uma atividade prazerosa. Você sente vontade ou necessidade de ter um diário? Essa atividade vai ser benéfica e/ou divertida para você?
Unless keep a diary is an obligation, for example when you need to keep a diary to register happenings about your health or your work, I always say that keep a diary need to be a pleasant activity. Do you feel you should to do it? Do you want to do it? Would it be good and/or funny for you?

2) Com que frequência escrever?/How often I shall write?
O nome por si remete a algo feito todos os dias, diariamente, porém se você não quiser ou não puder fazê-lo, novamente eu defendo que cada um tem o direito de fazer o diário como bem quiser. Escreva sempre que sentir vontade.
“Diary”, the word, means that you do it daily, but you don’t need to do it if you don’t want or can’t, I need to say again you can do it in your way. Write when you feel you shall do it, when you want to do it.

3) O modelo tradicional é realmente necessário?/ Is a traditional diary way really necessary?
Você não precisa começar escrevendo a data ou colocando “Querido Diário” no início do relato, não precisa ser um relato, não precisa se quer escrever... Se preferir pode se expressar de outras formas, como por exemplo com desenhos ou colagens que retratem seus sentimentos, pensamentos ou o que aconteceu durante o seu dia. Outra forma de fazê-lo é por meio de registros fotográficos. A forma com que você vai se expressar no seu diário é muito particular e deve expressar quem você é.
You don’t need to begin your entry with the date or write “Dear Diary”, it’s not necessary tell about your day, you don’t need to write if you don’t want to do it. If you prefer you can express yourself in other ways, for example draws, sketches or collages that express your feelings, thoughts or what happened during your day. Another way to do it is with photos. The way you choose to express yourself is so intimate.

4) Que tipo de suporte usar para fazer o meu diário?/ What kind of base should I use to create my diary?
Isso depende do tipo de diário que você quer manter e com qual suporte se sente à vontade. Se você quer incluir desenhos no seu diário, eu sugiro um sketchbook ou um caderno sem pauta com folhas de boa qualidade. Para fotografias a melhor opção é um caderno ou álbum que seja livre de ácido PVC para não danificar as fotografias com o tempo. Você pode ir até uma livraria e procurar pelo que te agradar mais. Caso tenha dificuldade de encontrar na sua cidade encomendar pela internet é uma opção. No Aliexpress há opções bem baratas e interessantes. Se você quiser se arriscar pela encadernação artesanal, poderá fazer seu próprio diário, na forma que achar mais interessante, ou encomendar de algum artesão que o faça. Além das opções em papel você pode fazê-lo por meio de um blog ou de alguns aplicativos de celular.
It depends of the kind of diary you want to create and what kind of base pleases you, If you want to include draws and sketchs I suggest a sketchbook or a lineless paper notebook. If you want to include photos an acidfree notebook or album is the best choice, because PVC acid can ruin your photos. You can buy one journal in a store or create your own if you have ability in book bidding. Beyond the paper options you can creat a blog or use an app in your cellphone.  

5) O diário deve ser mantido em segredo?/ Shall the diary need to be secret?
Tradicionalmente os diários são sigilosos e é desrespeitoso ler o diário de alguém sem sua autorização, para ser mais precisa, creio que não se deve ler o diário de alguém a menos que lhe ofereçam ele para que você leia, mas pedir para lê-lo já é por si só indelicado. Contudo, dependendo do suporte e do tipo de diário que você for fazer não é possível mantê-lo em sigilo ou em total sigilo. Se o diário for feito num blog, por exemplo, logicamente ele estará exposto na internet. Quanto aos diários de papel fica a seu critério permitir ou não que alguém o leia.
Traditionally diaries are secret e it’s unrespectable read someone’s diary without permeation, indeed I believe you can’t ask for it, you just can read if the owner offers it for you, ask to read it is not polite. Anyway some kinds of diary can never be secret or totally secret. If your diary is a blog, for example, surely it’s open for everyone who want to read it in the internet. If you have a paper diary you can choose if you want to let someone reads it or not.

Pretendo escrever mais sobre esse assunto e espero que eu tenha motivado vocês a começarem um diário.

I intend to write more about this theme and I hope I’ve motivate you to begin a diary. 



3 pérolas:

Ichigo disse...

Bem vinda de volta!

Eu já tive diário na infância, mas assim como agendas, não tenho disciplina. =X Acredito que o Facebook hj virou um diário aberto, com muitos postando fotos e comentando sobre o seu dia.
Minha ultima tentativa de diário na adolescencia eu criei um código, com medo de alguém achasse e lesse.

Beijos de glitter!

Nunca tive um diário tradicional, mas há 5 anos mantenho o blog, que funciona como veículo de expressão de minhas ideias e sentimentos. Eu o criei justamente para não me perder de mim em meio à correria da vida. Acho importante reservar um tempo/espaço para cultivarmos aquilo que nos importa neste mundo.
Abraço!

Betty Gaeta disse...

Oi Luana,
Qdo eu era adolescente tentei manter um diário, mas não tive disciplina para tanto.
Um diário pode mesmo ser teraupeutico. Espero que consiga fazer um.
Bjs

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Livro

Livro
Para quem deseja adquirir o livro "As donzelas e as sombras" de Luana Madrepérola, também autora do blog Doce Madrepérola. Clique na imagem.

Seguidores

Postagens populares

Heart it

Instagram