AF&LBN

AF&LBN

Marcadores

Instagram

Instagram
terça-feira, 19 de agosto de 2014

[AF&LBN] Minhas relíquias, minhas lembranças.

O tema desse mês no AF&LBN é coleções. Meu primeiro pensamento foi o de não fazer, porque eu não coleciono. Acho o máximo quem se dedica ao colecionismo, mas eu não tenho disciplina para isso. Quando criança eu colecionei adesivos, figurinhas, selos, itens promocionais... Mas nenhuma durou muito tempo. Na adolescência eu tive uma excêntrica coleção de radiografias. Sempre que alguém precisava tirar uma eu pedia para que depois me desse. Minha favorita era uma que minha mãe tinha tirado da face, quando minha mãe precisou averiguar se tinha sinusite - claro que eu senti muito por ela estar doente e fiquei aliviada por ela ter se recuperado rápido, mas o desenho em si era muito bonito. Eu continuo achando radiografias uma obra de arte, mas simplesmente desisti de colecionar assim que eu me mudei de volta para Rondonópolis.
Hoje em dia eu não coleciono mais, porém eu gosto de guardar relíquias de momentos especiais para sempre ter boas lembras e muitas vezes faço isso colocando na minha agenda ou guardando em pastas e caixas.

Abaixo alguns exemplos das minhas relíquias.


O ingresso para o Meeting Nacional. Foi a primeira vez que fui a São Paulo e que viajei com o meu namorado.


Eu comecei a namorar numa festa gótica chamada "Gothic Night" e como na entrada da festa nós recebíamos um pulseirinha eu a guardei como a relíquia do início do namoro.


Quando eu fui ao Museu da Xilogravura com a minha mãe em Campos do Jordão.


Meus amigos, meu namorado e eu estávamos num bar e eles decidiram me desenhar. São versões bem peculiares de retratos meu, mas devo repetir que estávamos num bar. ha ha ha



No meu primeiro aniversário que eu passei com o Ed ele me deu, juntamente com o presente, um cartão que continha uma capsula, como uma pílula, e as instruções diziam para colocar em água quente. Estávamos curiosos para saber no que se transformaria. A película da capsula derreteu e então surgiu essa espuma em formato de coração. Achei muito criativo.



Meu amor decidiu me retratar com o cabelo desgrenhado e a franja sem escovar, em versão chibi para ficar mais bonitinho e dizer o quanto ele me ama.



Eu também guardo rascunhos do que eu escrevo, como contos ou artigos para o blog

Claro que não dá para mostrar tudo, mas esses são alguns exemplos do que eu, de certa forma, coleciono.

Além das minhas relíquias, acho que o que poderia ser considerado uma coleção seriam as minhas revistas de artesanato. Eu adoro comprá-las, tenho aos montes. São ótimas para consultar sempre que quero fazer algo diferente. Também tenho uma porção de gráficos, tutoriais e vídeos no meu computador.





domingo, 17 de agosto de 2014

Crochê & Moda alternativa - Hime Lolita

Continuando com a minha proposta de misturar crochê e decoração alternativa a minha proposta de hoje foi Hime Lolita. O objetivo é o de sentir-se como uma princesa num quarto decorado com muita nobreza e fantasia. A cor rosa prevalece com muita graciosidade. Espero que as imagens inspirem belas criações.



Uma cestinha de crochê endurecido para guardar o que precisar.


Uma princesa precisa ter a graça de um cisne.


Que tal esse porta-treco para guardar seus cosméticos?


Toda princesa precisa de uma coroa.


Um travesseirinho delicado que pode ser usado com um sachê com a sua essência favorita.


Para que a sua vida seja sempre repleta de muito romantismo.




Flores nunca são demais.


E atraem delicadas borboletas.




Para emoldurar seus belos retratos.


Esses porta-copos são uma graça!


Esses hexágonos poderiam exercer também a função de porta-copos.


Digno de um jantar da realeza.


Essa trama pode ser usada de inspiração para toalhinhas, jogo americano, uma manta para o sofá o que mais a sua imaginação permitir.


Um centrinho gracioso para colocar na sua penteadeira, sob aquele lindo vaso com flores.


Sempre há alguns itens que eu guardo em envelopes. Penso que essa é uma ótima maneira de fazê-lo, com um enfeite especial.


Logo que eu vi essa peça, pensei que com um preenchimento pesado ela ficaria um gracioso peso para papel, mas acho que há muito mais o que se possa fazer com ela e também pode ser meramente decorativa.
Não poderia faltar um amigurumi, então eu escolhi esse de chihuahua, porque toda princesa tem um pet que é uma princesa também.


Isso ficou muito bonito e criativo! Adoraria uma casinha de boneca/castelinho assim.


Um tecido florido e um biquinho crochê podem ser graciosas inspirações para toalhas de mesas, lençóis e tantas outras coisas.


E para travesseiros, porque afinal uma princesa precisa repousar com muito glamour.



Inspire-se nas mantas para bebês e faça um cobertor, pois essas tramas sempre são muito delicadas.


Talvez essa trama também seja uma boa ideia, lembra escamas de peixe.



Como um auxílio às iniciantes eu trouxe esse vídeo que ensina a fazer um biquinho bem simples. No vídeo ele é feito para decorar uma fralda, mas ele pode ser usado em várias outras peças.


OBS: Embora ela queime a linha do vídeo você só deverá fazê-lo em linhas de seda, nunca em linha de algodão ou poderá arruinar todo o seu trabalho.



Imagem:






quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Cartas Vitorianas



A respeitável dama vitoriana tinha a habilidade de escrever cartas bonitas e atrativas para seus leitores. Escrever cartas não significava apenas comunicação, era essencialmente o único meio de troca de informações e notícias. Era também uma obrigação social, um talento que uma mulher esperava adquirir e cultivar, naturalmente ou pela prática.
Os itens básicos para escrita de cartas eram papel, lápis, pena, tinta, envelopes, selos e o lacre de cera. O tipo correto de material era crucial para fornecer uma boa impressão, mas a definição do melhor material foi mudando ao longo das décadas. Papéis coloridos e com flores nos cantos eram comuns em meados de 1850, mas na virada do século eles saíram de moda, passou-se a se usar apenas papel matizado nas cores branco e creme e a folha sem pautas era considerada de bom gosto.
Materiais com monogramas estavam em voga nos anos de 1800, mas saíram de moda no fim do século e eram considerados cafonas.

Alguns conselhos específicos serviam para todos os tipos de cartas que se desejava escrever. Aqui seguem algumas dicas do que fazer e o que não fazer:

- Não escreva cartas anônimas;
- Não escreva cartas privadas num cartão postal;
- Não use papel pautado para cartas formais;
- Não use a metade do papel apenas para economizar;
- Não sublinhe palavras;
- Não apague as palavras escritas de forma errada numa carta importante, reinicie a carta;
- Não use Post Script (P.S.), exceto para amigos íntimos;
- Use um parágrafo diferente para cada assunto;
- Não dobre novamente a carta, certifique-se que ela foi dobrada corretamente da primeira vez;
- Leia a carta cuidadosamente antes de enviá-la.

Nesses tempos de computadores e e-mails é difícil lembrar que alguns autores aclamados da literatura chegavam a escrever alguns volumes de um romance através das cartas mais obscuras, escrevendo cada palavra à mão. Quando estavam inspirados, os escritores do século XIX, pegavam suas penas, mergulhavam no tinteiro e deixavam suas ideias fluírem pelo papel.


O artigo original é de autoria de Kari Geiger com o título “With pen in hand”, publicado na revista “Victorian Decoration & Lifestyle” em Março de 2000. Porém eu o encontrei no Live Journal, na comunidade Lolita Letters com o título “Victorian Letter Writting”. A tradução foi feita por mim.

É uma boa oportunidade para rever a postagem Cartas antigas que ensina a deixar o papel com aspecto de envelhecido.

Imagem: We heart it

domingo, 10 de agosto de 2014

Crochê & Decoração Alternativa - Inspirações Sweet Lolita e Sweet OTT

Não é nenhuma novidade que eu amo crochê, não é mesmo? É uma das técnicas de artesanato que eu mais gosto de ver e fazer. Eu estava olhando alguns tutoriais há alguns dias e pensando que tem muita coisa que combina com estilos alternativos, especialmente lolita. Então eu decidi trazer essas inspirações para vocês separando por estilos, ou subdivisões de estilo, e o foco dessas postagens é a decoração.

A primeira será Sweet Lolita juntamente com Sweet OTT para tudo ficar bem açucarado.

Os elementos que eu busquei nessas inspirações foram, doces, bichinhos, elementos infantis, amigurumis ("bichinhos de pelúcia" feitos em crochê) e tudo mais o que trouxesse encanto e doçura.



- Gostaria de uma xícara de chocolate quente?
- Sim. Com marshmallow, por favor.


Amei essas toalhinhas de coelho, penso que seriam ótimos porta-copos também.


Algumas capinhas de coelho para cobrir o que você precisar como potes de vidros, por exemplo.
Seria ótimo estender essa inspiração para fazer capinhas para o liquidificador e a batedeira, por exemplo. E sem falar nessa cestinha com o amigurumi de coelho que é uma graça.


Logo que vi esses sorvetinhos pensei num barradinho bem fofo.



  

Aceita um bombom?










Que tal esse arranjo com pirulitos de ursinhos?


 Talvez você prefira essa com corações coloridos.








Há alguns meses vi uma print de águas-vivas num vestido lolita e agora essas águas-vivas fofinhas... Ótimo para quem quiser uma inspiração marinha.


Você vai precisar de um relógio de parede sem graça, uma porção de amigurumis de ratinhos coloridos e cola quente. O resultado vai ser um relógio bem mais bonito. Se você não gostar dos ratinhos faça amigurumis de gatinhos, ursinhos, docinhos, estrelinhas, morangos... Enfim, o que você desejar.


Nyan, nyan, nyan... nyan, nyan, nyan, nyan...


Uma capinha para copo de unicórnio, mas você pode seguir a mesma inspiração e fazer de gatinho, ursinho, arco-íris ou o que mais desejar.


A decoração em si não é Sweet, mas podemos fazer um varal de coraçõezinhos ou de outros elementos que combine com a nossa decoração.



Claro que os laços não podem faltar.


Uma porção generosa deles. 



Para lembrar que depois da tempestade vem o arco-íris.


E uma porção de estrelas para encher sua vida de magia.



Para quem já domina a técnica agora é só por pegar agulha e linha e deixar a magia fluir. 
Para quem não domina eu trouxe dois vídeos com os primeiros passos. Talvez eu nunca tenha dito isso, mas eu aprendi a fazer crochê com vídeos no youtube. Se você quer começar a praticar a minha dica é comprar uma agulha de 3,5mm ou 4,00 mm e lã de espessura correspondente à numeração da agulha. A lã é grossa e macia então vai ser mais fácil para você começar a aprender os primeiros pontos.



Espero que vocês tenham gostado da postagem e que ela tenha inspirado. Se vocês quiserem alguma subdivisão específica do estilo é só pedir nos comentários. A próxima postagem trazendo inspirações de crochê em decoração alternativa será postada no próximo domingo e no fim da postagem eu trarei algumas dicas para as iniciantes.

Imagens:






Translate

Sobre mim

Minha foto
Uma dama que aprecia arte em todas as suas formas. Repleta de sonhos, imaginação e poesia. Aquele tipo de garota que projeta uma casa no meio da floresta, que quando vai a praia adora pegar conchas, que conversa com os passarinhos e contempla os maravilhosos espetáculos da natureza.

Seguidores

Postagens populares