Sobre mim

Minha foto
Uma dama que aprecia arte em todas as suas formas. Repleta de sonhos, imaginação e poesia.

AF&LBN

AF&LBN

Marcadores

Eu recomendo:

Arquivo do blog

Facebook

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Fairest

Eu li Fairest no final do ano passado, mas ainda não tinha feito uma resenha dele, então decidi fazê-la hoje, porque acho que é um livro encantador.


“Eu nasci cantando. A maioria dos bebês choram. Eu cantei uma melodia.
Ou assim eu acredito. Eu não tenho ninguém que possa me dizer a verdade sobre isso. Eu fui abandonada quando tinha apenas um mês de vida, deixada na pousada Featherbed no vilarejo de Ayorthian em Amontha. Isso foi no dia 12 de Janeiro do ano das canções do trovão.”

Assim começa Fairest. A personagem principal Aza, que narra a história, é adotada pelos donos da pousada. Desde o começo a história ela odeia sua aparência. Ela era bem diferente de suas irmãs adotivas, sua pele era mais branca do que o comum, o cabelo escuro, os lábios muito vermelhos e o tamanho anormal. Ela era sempre alvo de muitos comentários maldosos, principalmente por parte de suas irmãs adotivas, com cabelos loiros e traços delicados. Todavia a voz de Aza chamava muito mais atenção do que a sua aparência, principalmente em Ayortha, a terra das canções.
Aza tem a capacidade de fazer uma espécie de ventriloquismo em que o seu canto parece sair de outro lugar que não de si, essa capacidade ela chama de “Ilusão”. Esse seu talento desperta a atenção da Rainha Ivi de Ayortha, recém-casada com o Rei Oscaro. Ao contrário de Aza, Ivi não possui qualquer talento para música, mas ela deseja impressionar o seu marido e os seus súditos e dessa forma ser venerada na terra das canções. Ela chantageia a pobre Aza e a aprisiona em seu castelo. No período em que ela está no castelo acaba se apaixonando pelo príncipe Ijori, que a considera encantadora, mesmo que ela não veja em si qualquer beleza.
Uma donzela tentando encontrar suas origens e também a beleza. Uma das questões que eu mais gosto nessa história é que a “princesa” não é a mais bela de todas e que exalta que há outras formas de beleza que também devem ser apreciadas e que todos são belos a sua maneira. A ênfase na música também me agradou muito na história, afinal música. Afinal as canções sempre estiveram ligadas a tantas questões importantes como magia, sedução, calmaria... Isso ficou muito evidente para mim nessa história.
Eu gostei bastante e pretendo ler outros livros da Gail Carson Levine, que a propósito é a mesma autora de Ella Enchanted/ Ella Enfeitiçada. Eu acho que ela escreve de uma forma muito estimulante, que nos prende ao romance e ao mesmo tempo de uma forma muito clara. Eu desconheço se há alguma tradução dessa obra para o Português, eu o li no idioma original, Inglês. É um livro encantador e eu recomendo que quem puder leia-o.



10 pérolas:

KINHA disse...

Olá Luana

Um conto de fadas!!! Quero ler, deve ser lindo!

AMIGA DA MODA by Kinha

Anônimo disse...

Wow que incrível uma garota branca sofrendo pela aparencia, pela cor da pele, tadinha gente socorr

Ao anônimo:

Eu entendo perfeitamente o seu ponto de vista. Eu acredito numa literatura com uma função social capaz de fazer com que as pessoas reflitam sobre certas questões do mundo e sejam capazes de mudar a realidade a sua volta. Tivemos uma literatura abolicionista no Brasil que entre os livros mais importantes podemos destacar "A escrava Isaura", que propositalmente mostrava uma moça, que embora fosse mestiça, era mais branca do que negra. Isso aconteceu não porque não se achasse que fosse digno colocar uma protagonista negra, mas porque a literatura era de acesso de brancos e não de negros e o objetivo era que as leitoras se identificassem com a mocinha da história e compreendessem a realidade dos escravos.

Fairest, de fato, não é uma história que tem por objetivo mostrar ou combater o preconceito racial, mas fala de uma outra questão também importante. Aza, a protagonista, não é discriminada por ser branca, mas por ser feia. Nós, infelizmente, ainda vivemos numa sociedade que acredita que a mulher deve ser bela porque ela ainda é vista como um objeto sexual. Penso que a questão de combate aos padrões de beleza não diminui a questão do preconceito racial. De todo modo, se você tiver acesso ao livro e quiser lê-lo podemos discutir melhor sobre o assunto.

Nereida disse...

Acho que, ultimamente, está bem em voga a moça branquíssima, magra e que diz que ninguém a acha bonita e que sofre preconceito. Mas, na verdade, eu vejo isso mais como uma valorização de "ser especial por ser diferente". Acho que teria sido mais interessante se a escritora tivesse ressaltado um tipo de beleza que já não foi o "padrão" e mais valorizado por tantos séculos. Mas quem sou eu para dizer, que não sou escritora.

Acho que seria legal procurarmos livros assim com protagonistas que de fato sofrem discriminação... Porque existem todos os tipos de leitores que precisam de personagens para se identificar. É nesse sentido que gosto muito da Jane Eyre, porque ela se sente sem graça, não é nada bonita, é pobre... e ainda assim encontrou um amor.

Betty Gaeta disse...

Oi Luana,
Nunca li nada da autora, mas sua resenha me interessou!
Bom final de semana!
Bjs

GOSTO DISTO!

Nina Braz disse...

Deve ser lindo mesmo! Fiquei curiosa...
Beijos

Fez tanta falta esse mundo dos blogs que dizem algo para mim e o seu Lu é especial. A sua resenha transmite um quê de encantamento e eu, pelo menos, gostaria muito de ler esta obra. Beijinhos e sim...estou de volta amiga!!!!!!

Jenny C. disse...

Gosto muito das suas resenhas e fiquei com muita vontade de ler esse livro. Vou tentar encontrar o e-book na Amazon.

Bjs!

Este livro deve ser bem interessante. A história parece mesmo muito encantadora!

Fiquei a fim de ler o esse livro, gostei da enfase na música, que é sempre mágica pra mim. <3

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Livro

Livro
Para quem deseja adquirir o livro "As donzelas e as sombras" de Luana Madrepérola, também autora do blog Doce Madrepérola. Clique na imagem.

Seguidores

Postagens populares

Heart it

Instagram